sábado, 18 de agosto de 2012

Fazer marcha-atrás na N6

Nunca me tinha passado pela cabeça cometer tamanho erro em plena Marginal no sentido Lisboa-Cascais, mas fiz; e ainda foram uns bons metros em marcha-atrás.

Calma...não cometi nenhuma contra-ordenação, tive o aval do Xô Guarda, porque à conta de um acidente brutal uma pessoa estava ali presa sem poder sair, e não havia outro remédio senão fazer-me à estrada ao contrário. Houve quem lá ficasse a secar, porque o povo gosta muito de ver mortos e feridos, mas para isso, sinceramente não pago bilhete.

E pela primeira e espero que última vez, fiz um troço da Marginal de uma perspectiva diferente.

Sem comentários: