segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Não estava no programa

É sabido que calor extremo comigo não funciona. Mas tão pouco funciona sair de sandalinha e top e apanhar uma carga de água em cima do corpo.

Pura e simplesmente há coisas que não ligam. Não havia qualquer necessidade :)

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Combinação improvável - Hamburguer de Lavagante

Na sequência daquelas conversas e indecisões de couple à roda do tema "onde é que vamos jantar", "diz o que te apetece", "diz tu"....etc e afins, veio-me à cabeça que tinha lido algures que existia um sítio que fazia Hamburgueres de Lavagante.

Confesso que a par da Lagosta, o Lavagante e os Carabineiros são assim o must do marisco para mim, portanto, só de pensar comecei a salivar....e lá fomos.

Rumo ao Ground Burguer, sem necessidade de olhar para a Carta, lá veio o deleite. Bom, muito bom, a repetir. Confesso que gostava que me tivesse sabido mais a lavagante, visto que ele estava lá e numa quantidade muito simpática. A carne, fantástica, mas com a sua intensidade de sabor, os espargos e o molho, acabou por deixar para segundo plano o Rei - nada que não tenha ficado resolvido, indo lá retirá-lo e saboreá-lo de olhos fechados.

Muito bom, ganharam mais fãs.


domingo, 20 de agosto de 2017

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Abanou ligeiramente

E é a verdade; estava eu a acabar de desligar o 1º toque do despertador quando sinto um ligeiro tremor, coisa pouca que não senti por mais do que 2 segundos.

Já não é a primeira vez que sinto um abalo sísmico, mas acabada de acordar dei comigo a pensar que poderia ter sido a trepidação de algum camião a passar na estrada; mas estava até um silêncio "ensurdecedor" àquela hora, apenas interrompido pelo ladrar desenfreado dos cães da vizinhança que em uníssono lá deviam estar a dar o alerta de que algo se passou.

Aí percebi, olha, um sismito. Noticiam que teve uma intensidade de 4.3 na escala de Richter - enquanto forem todos assim podemos estar nós descansados, mas como já andamos a dever em Lisboa alguns anos à desgraça, qualquer dia é dia :(

Acerca da polémica que envolve o João Quadros

Não me vou alargar em comentários, porque de todo a linha de humor deste senhor se enquadra na minha, nada tendo a haver com a piada acerca da mulher do Passos Coelho.

Mas de facto, o nosso país de tão brandos costumes, de vez em quando lá se indispõe com algumas coisas e não o faz com outras, o que não deixa de ser interessante.

Confesso que a primeira vez que li a piadola, não achei mesmo graça nenhuma, e continuo a não achar - quem de nós já não teve uma "destas cabeças rapadas" por perto e quem de nós já não sofreu uma perda para este inimigo sem face.

Contudo, e não que o justifique, aliás, a associação de ideias foi desastrosa, apenas pelo facto desta "cabeça rapada" o estar em consequência de uma doença gravíssima e cuja luta merece todo o nosso respeito, também me caiu tremendamente mal o discurso a tocar para o Nazi do PPC na última festa do Pontal.

Frases como "possibilidade de qualquer um residir em Portugal, é um risco de segurança" não são de todo as mais ortodoxas. Sou talvez das pessoas que mais assume que se deveriam avaliar muito bem os movimentos de imigração e inclusivamente defendo que quem não cumpre as regras deve ser repatriado sem direito a voltar, mas, não é de todo correcta a adopção de posições radicais e que podem ser entendidas como racismo e xenofobia.

Como é que este homem pode dizer algo como: "o que vai acontecer ao país seguro que temos sido se esta nova forma de ver, a possibilidade de qualquer um residir em Portugal, se mantiver?" - existe criminalidade posta em prática por cidadãos estrangeiros, como também existe muita dos nossos concidadãos. Tomemos o exemplo do Pedro Dias que começará a ser julgado em breve.

Pasmei-me também com o comentário sensato do líder do PNR; tendo em conta ao tipo de pessoa que é, ter escrito "Há uma linha, traçada pela dignidade humana e pelo sofrimento, que não pode ser passada. Ao passá-la, o humor reduz-se a ofensa reles", concluo que no fundo no fundo, é um nadinha menos mau do que eu pensava.

Enfim, há que pensar antes de se atirar para o ar certas frases bem infelizes.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Estes sapatinhos da nova colecção da Zara fazem-me lembrar a corte do Rei Luis XV


Escritor detido por assassínio que 'confessou' em livros

Quando a ficção se confunde com a realidade. Faz-me lembrar um filme com o Johnny Depp - A Janela Secreta.



Escritor detido por assassínio que 'confessou' em livros: O escritor chinês Liu Yongbiao, muito popular no seu país, foi detido pelo presumível assassínio de quatro pessoas há 22 anos, um crime que inclusive inspirou um dos seus romances, noticiou esta quarta-feira a revista online 'Sixth Tone'.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Londres....aguentarei a espera!?

A minha filha quer ir a Londres, eu há anos que quero lá voltar e não se tem proporcionado; agora que vão calar o pio ao Big Ben, será que vale a pena esperar mais 4 anos? Ou as badaladas do (Small) Big Ben não compensam a espera tão longa?

http://www.voltaaomundo.pt/2017/08/15/esta-semana-vai-pode-ouvir-as-ultimas-badaladas-antes-de-o-big-ben-deixar-de-tocar/

About last days in Oporto


"This is Us"


sábado, 12 de agosto de 2017

Aquele estado de ansiedade

Que sentimos em fim de férias...

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Por acaso sabe bem

Ir à Wink arranjar as sobrancelhas e não pagar nada, porque acabou de se completar o cartão de fidelização.
Yeahhhhhh!

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

What's My Name (From "Descendants 2"/Official Video)

E a minha filha agora ouve isto em modo repeat. Nossa Senhora!

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Mais uma antiga professora minha que brilha

Tendo ingressado na Faculdade no longínquo ano de 1995, a verdade é que já lá vão 22 anos que tudo sucedeu; e também passam 22 anos que a tive como professora de uma cadeira que se a memória não me falha tinha como nome pomposo Metodologia das Ciências Sociais. Partilhava a cadeira com a Prof. Anália Torres.

Era muito jovem, um modo assim a atirar para o Hippie Chic da época; tinha elaborado há pouco uma tese de Mestrado no âmbito da participação feminina nas Forças Armadas. Era uma querida, mas apesar de jovem, não deixava de ser uma professora exigente.

Gostei de ler esta notícia, em que surge como nova presidente da ERGOMAS.

Muitos parabéns!

https://www.iscte-iul.pt/noticias/1297/professora-iscteiul-eleita-presidente-ergomas

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Quando as missões não estão propriamente cumpridas

Mas sentimos que as fases mais criticas avançaram, sentimos que nos saíram de cima, quilos e quilos de peso. E agora, toca a relaxar, que....também mereço.