quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Isto nem com mézinhas homeopáticas lá vai

A mãe está com uma amigdalite daquelas jeitosas, a tomar antibiótico e afins há 2 dias; lá me ponho de máscara em casa e tal a tentar prevenir eventuais contágios lá em casa. Não sei se será muito eficaz, mas pelo menos tento.

A filha tem andado a passar pelos pingos da chuva, uma tosse aqui, um narizito a pingar ali....vamos ver se a safo destas maleitas, porque não gosto nada de ver as crias doentes.

Os animais conseguem de facto ser mais fiéis do que qualquer ser humano

https://www.jn.pt/mundo/interior/morreu-o-cao-que-guardou-a-campa-do-dono-durante-dez-anos-9133759.html
Emocionante!

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Como eles entendem as palavras

Durante as mini-férias de Carnaval, de todos os trabalhos de vasa que teve para fazer, trouxe uma banda desenhada do Astérix para completar.

Agora, ao deitar um olho para a televisão, dá-se conta que está a começar um filme do dito personagem, e sai-se com esta pérola:

"Mamã, eu fiz um trabalho esta semana sobre isto, o Axémbix!"

Uma pessoa, mesmo que não queira, tem que se rir.

Acerca das 50 Sombras de Grey - O Filme

Mal saiu o livro, se é que pode ser chamado como tal, li as críticas e pareceu-me deplorável, mas enfim, hoje em dia qualquer gato sapato se diz escritor, escreve umas baboseiras e ganha milhões.

Se se tratar de temas picantes então, nem se fala.

Estreou o filme e obviamente que nem pensei em perder o meu tempo com tal película; perco tantas de que gostava de ver no grande ecrã, que disto não rezou de facto a história, mas conheço acérrimos defensores e defensoras da "obra".

Ontem como embora tivesse mais do que fazer, não estava com o indice de produtividade e interesse muito definido, decidi voltar atrás na programação da semana e fui dar às 50 Sombras de Grey, que ao que parece foi transmitido no Dia dos Namorados.

Pois bem, práticas sádicas e dominadoras à parte, há gostos para tudo e nem me vou deter sobre isso; achei um filme oco e vazio, sem sumo, sem sustentação, sem nada. A actriz com péssima expressividade, parecia uma menina aterrada pelo papel que estava a fazer, e que compreendo não deva ter sido fácil nem bonito, um "actor" que nunca tinha visto na vida, também com péssima performance, que a única coisa de jeito que tem é ser engraçadito.

O curioso é que dentro do género, o filme poderia ter resultado - em minha opinião bastava terem lá colocado bons actores, o que deveria ser tarefa árdua dado o fraco argumento, e centrarem-se um pouco mais na parte dramática da coisa, isto é, tivemos 2/3 diálogos em que ele expõe o porquê de não conseguir nutrir sentimentos e necessitar de práticas sexuais como aquelas para daí lhe advir o verdadeiro prazer. Caso tivessem pegado na verdadeira história do personagem, nas suas vivências passadas e presentes e dissecassem a questão dos sentimentos, mesmo abordando a parte sádica, acredito que a qualidade do filme aumentaria relativamente, porque honestamente o que vi...não consigo sequer classificar.

Dos pequenos aos grandes objectivos

Tracei uma meta que depende quase que exclusivamente de mim, e posso dizer que este mês a cumpri. Tive que abdicar de certas coisas de que gostaria, mas deu para cumprir aquilo a que me propus.

Espero conseguir dizer o mesmo de hoje a um mês - será muito bom sinal.

To be continued

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Tenha a pessoa que nacionalidade tenha, são notícias que entristecem

Sendo português, machuca ainda mais, sendo que pelo que se percebe se tratou de uma pessoa que terá feito más escolhas, ou terá passado por uma série de condicionantes que o deixaram naa situação de sem-abrigo o que não quer dizer que não houvesse lugar a uma reabilitação e consequente mudança da situação de vida.

Quis o destino que não ocorresse, mas que aos olhos de muitos não tenha sido em vão. Paz à sua alma.

https://www.jn.pt/mundo/interior/portugues-sem-abrigo-em-londres-morreu-em-estacao-de-metro-9120520.html

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

The Killing of a Sacred Deer | Official Trailer HD | A24

Foi  daqueles filmes que tive que "tripartir"; não consegui vê-lo à primeira, segunda e só ontem acabei.

Estranho, arrepiante, sinistro, perturbador...com mais um final que eu não concordo, mas que tem acontecido regularmente.

Também quem precisa dos comentários da crítica de sofá!?

Concluo que é um bom filme, é...mas muito perturbador, nalguns aspectos a tocar résvés um Shinning por exemplo.

Hoje trouxe cá um amiguinho para brincar com ela

Aliás, andam nisto desde ontem e amanhã, último dia de mini-férias continua.

Dou por mim com o miúdo descalço lá no quarto.

Perante o meu olhar, diz ela:

"Mamã, se eu não posso andar com os sapatos da rua em cima do tapete côderosa fofinho, ele também não pode!"

Lá lhe expliquei que as visitas devem estar à vontade e não condicionadas aos nossos desígnios internos, valha-me a Santa!

E eu que raramente frequento o LIDL

Dei comigo a entrar no dito supermercado, algo que faço de anos a anos, em busca dos "Unicórnios" perdidos.

O que uma mãe não faz por um filho, Santo Deus.

Havia quem se degladiasse incrédulas por quase não haver stock quando a campanha só teve início ontem, confesso que nem eu sei como, mas consegui um par para a miúda e agarrei-me a ele como se da minha própria vida se tratasse.

Número acima do actual, o que já dá para o próximo ano e ainda lhe trouxe um diário. Ficou feliz a criança com as suas novas pantufas :)


terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

A Tabuada - esse grande mistério da Humanidade

Quando andei na escola, lembro-me de aprendermos a tabuada seguindo a sequência "lógica".

A minha filha, pelo menos até ver está a aprendê-las de uma forma interpolada, ou seja, começou pela do 1, depois passou para a do 2 e de seguida para a do 4 - a tabuada do 3 está em suspenso.

Será mais fácil assim? Não misturar números pares e ímpares? Lá terá a sua explicação...

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Então e eu que depois de velha quero fazer um segundo furo na orelha!?

Podia dar-me para pior!

ROMAN J. ISRAEL, ESQ. - Official Trailer (HD)

A sessão do passado fim de semana; gostei, ou não estivesse presente o meu adorado Denzel, mas, mais uma vez, algo que se tem repetido nas últimas estreias, o fim deixa-me um je ne sais quois de que falta qualquer coisa.

Neste caso a mensagem é do género: fazes tudo certinho, és uma boa alma, mas tens un deslize e acabou. Se levares uma vida a fazer porcaria, tens o mundo a teus pés.

Na verdade e infelizmente, a vida é isto.

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

From Greece, with all of my Sister's love

Adorei o presente :), se bem que a Apologia de Sócrates em grego foi assim qualquer coisa!




Queixumes por mãe ausente

Claro que mais uma vez se queixou pelo facto da mãe não ir ver o desfile de Carnaval.

Mais uma vez lhe expliquei que em primeiro lugar não gosto do Carnaval; mas claro que iria com todo o gosto vê-la a ela no desfile, mas infelizmente a minha profissão não me permite estar ali horas à espera nas ruas do bairro, para ver os meninos da Escola Primária passar mascarados do que bem entendem.

Fiz a minha parte, mascarei-a com todo o carinho, dei-lhe o tempo possível, mas infelizmente não foi o suficiente. Depois virou-se para a tia, que obviamente tem os mesmos problemas logísticos que eu, mas que, mesmo tendo passado os últimos dias fora de Portugal, teve o cuidado de lhe fazer uma máscara para ela levar ao concurso.

É cedo, são apenas 7 anos; o que lhe importava hoje era que eu estivesse no desfile,  mas espero honestamente que aos 14 consiga perceber que fiz de tudo e mais alguma coisa para estar sempre lá para ela e as vezes em que não estive, terá sido sempre por razões externas.

Criar um filho é dose!

A Amazónia materializou-se lá em casa!


quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Precisar de ir à impressora do escritório

E fui, mas às tantas aquilo encravou, e, como é hábito, (tento) centro-me no menu. Ok, alguém inadvertidamente decidiu colocar aquilo em russo, e não se consegue encontrar a maneira de reverter a coisa.

Lá fui por tentativa e erro resolver o problema das minhas impressões, mas o facto é....aquilo continua em russo!

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Corte de cabelo feito, o cabelão continua lindo!


Não que estivesse um dia de calor, mas ao passear numa beldade destas, nem se sente o frio

Já tinha saudades desta adrenalina e de passear numa beldade desta linha - já lá iam uns bons anos. Thank you my friend pela tarde bem passada :)

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Cabeleiras

Hoje temos o antes, já que amanhã a Marquesa de Alcanhões vai levar umas belas tesouradas!


Daquelas ideias que sempre tive e agora concretizei...in Greek!

Apologia de Sócrates em grego, mimo da minha sweet sister directamente de Atenas.

Também tenho boas surpresas e esta deixou-me feliz.

A República estava incompleta, apenas tinha os volunes II e IV - fica para a próxima, mas a Apologia, é minha!


E para a mãe, o mais recente companheiro dos serões....parece que promete. Vamos a ele.

No final darei a minha opinião!

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Era a Princesa Leia a o Chewbacca que queria...pois aqui estão eles

Com selos separados pela mamã, pela tia e pela avó! Logo eu que nem gosto de ir ao Continente; mas vale tudo pelo sorriso de uma criança.


De onde vêm os afectos

Realmente a relação de médico-paciente, quando é de confiança, faz milagres.

Tenho um médico que me acompanha há uns bons anos, e mesmo quando tenho alguma situação que possa não ser directamente a especialidade dele, é a ele que recorro primeiro; talvez por ter um grau de intimidade grande, e me sentir mais à vontade para expor as minhas questões.

Andamos num "namoro clínico" desde Novembro passado, coisa chata e que ainda não está concluída, e hoje, lá fui outra vez com indicação e prescrição para voltar em breve.

O que me deixou de lágrima no canto do olho, como canta o Bonga, foi no fim da consulta, chegar à recepção de carteira en punho para pagar a dolorosa, e sabemos que consultas de especialidade não são baratas, e a recepcionista que já me conhece dos tempos de gravidez dizer assim:
"Adeus Tânia, não é preciso mais nada, está tudo tratado!"
Então, mas falta-me pagar....

"Não, falta ir-se embora que já está despachada, não tem nada a pagar ao Dr."

E lá fui, meia aparvalhada com este mimo do meu médico, que tem sido acima de tudo um grande amigo. Tenho sorte nestas coisas. Nem tudo se trata de um negócio e os afectos podem vir sempre quando menos se espera.


A CGD só se pode estar a passar da marmita

Mais comissões!? Durante anos fui considerada cliente preferencial, tinha todos os cuidados e benefícios e de repente põem-me a pagar 5,15€ por não fazerem nada, por não me pagarem juros em condições pelas poucas economias que lá consigo ter, por nunca lhes dar trabalho, pois nem ao balcão vou, nem com o gestor de conta falo.....e ainda vão aumentar mais a porcaria das comissões?

Mas que pouca vergonha é esta???