quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Mais um 1º dia do resto da nossa vida

E amanhã, dia 01 de Fevereiro de 2013 ficará registado mais um primeiro dia do resto das nossas vidas.

Não estou apreensiva, não estou desejosa, não estou ansiosa, curiosa, talvez.

Algo muda, algo se altera, mas a vontade em superar mais esta etapa essa sim, é desmedida.

Contem connosco, vemo-nos lá.

72% não conseguem pagar as contas no fim do mês - Economia - DN

72% não conseguem pagar as contas no fim do mês - Economia - DN

Trata-se de um índice assustador e que me infunde muito respeito; pese o facto de que se nunca faltar com nada para a minha filha e que continue a pagar as minhas contas atempadamente, o resto, é acessório!
Nas nossas actividades outdoor e extra-curriculares, a Bébécas é tratada pelo seu nome e eu, tal como os outros pais somos tratados por mamã/papá e o nosso nome a seguir.

Pois que agora descobriu que isso tem uma certa piada e quando estamos juntas, olha para mim com o sorriso lindo que ela tem e diz que eu sou a "minha mamã XYZ"; embora já lhe tenha dito que não vale a pena tratar-me com esse upgrade, ela acha mesmo piada.

Hoje de manhã expliquei-lhe que mãe há só uma e que por muitas voltas que o mundo dê, serei sempre a mamã dela, e ela a minha filha adorada e muito especial.
Tal como as mamãs dos outros meninos, que serão sempre as mamãs deles.

Olhou para mim e ouviu tudo com muita atenção, e rematou assim:

 - "A mamã é amiga!"

Esta constatação "mata-me".

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Esta semana tem sido fatal em xixi a passar para fora da fralda da Lady Bébécas e de manhã torna-se uma azáfama ter que lhe dar banho, tirar os lençóis da cama e deixar tudo a arejar, para quando chegamos à noite acabar a jornada.

Roupa para lavar, aquele cheiro a amoníaco característico dos xixis da criançada de 2/3 anos, tudo numa "bábúdia" como diz a minha pequena.

Arrumar a casa nestes últimos dias tem sido uma não realidade e a pequena Lady, não fosse ela tão atenta e perspicaz lá vai perguntando pela nossa D. Celeste; por todos os motivos e mais algum, ansiamos pelo dia em que vem a D. Celeste pôr ordem no nosso palácio.

Parece não ter nada a haver

Mas exactamente no dia em que se perfazem 80 anos da subida do Adolf ao poder...o meu querido relógio já está bem de saúde outra vez e a reparação foi mais acessível do que um lanche no meu adorado Starbucks!

Ora viva.
Não me parece nada bem a sucessão de subidas da Euribor; ainda não é preocupante, mas continua a não me parecer mesmo nada bem!

Coisas de menina

Isto de se ser mãe de uma menina tem coisas engraçadas. A Bébécas continua na fase que se iniciou há uns meses, de achar que a mamã (ou seja, eu) é linda, tem as roupas mais lindas, o cabelo mais lindo, os vernizes e os make up's mais formidáveis...enfim, está em fase de admiração e de saudável cobiça de tudo aquilo que me caracteriza e me pertence.

Eleva isto ao seu mais alto nível ao querer parecer-se comigo a todo o custo; as roupas do dia-a-dia têm que condizer, se calço botas, quer calçar botas, se ponho fond de teint quer pôr creme, perfume idem, máscara aspas aspas, etc, etc, etc.

Ontem vesti o casaco de cabedal vermelho, agora quer um "igáli ao da mamã"; hoje não estando muito virada para grandes trajes vesti as calças de equitação com botas de cano alto, pois quer umas calças de equitação também. Entendi que era dia de vestir-lhe uma saia, já que ontem andou de calças de ganga - como quem não tem cão, caça com gato, queria calças de ganga justas com galochas.

Pois é filhota, as calças de ontem estão para lavar e hoje é dia de saia; foi a correr à máquina de lavar roupa para se certificar que as calças lá estavam e lá lhe expliquei que a roupa para lavar está no cesto da roupa suja; enfim, acordos de cooperação e muita pedagogia à mistura, lá consegui vestir-lhe a saia predestinada para hoje, os ténis, a camisola...
O mais parecido com o meu casaco vermelho que ela conseguiu arranjar foi a canadiana cor-de-rosa, e lá veio ela toda contente; pôs os óculos de sol na cara e não descansou enquanto eu própria não pus os meus.

Iniciámos a nossa travessia com um rasgado:

 - "A mamã é muito bonitaaaaaaaa"

Haverá elogio mais bem recebido do que o dos nossos filhos!?

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Ultimamente sempre que apareço com um adereço novo para ela, primeiro fica com um ar muito espantado, depois faz um sorriso feliz, enche-me de beijos e diz:

 - É muito bonito mamã!

Schubert - Ave Maria (Opera)

Vou deitar-me com esta maravilha como som de fundo; é impressionante a paz que experimento de cada vez que oiço a composição de Schubert na sua Ave Maria.


domingo, 27 de janeiro de 2013

A comparar cartilhas

Disse-me a minha mãe que eu quando era bebé, num mês cresci 6 centímetros, o que foi uma bronca, porque apesar de tomar suplementos de vitamina D os meus ossos não estavam preparados para aquele upgrade e tive sintomas de raquitismo, andei na praia da Parede a apanhar sol e iodo e enfim, não passa nada.

Tinha ao nascer mais 10 gramas do que a Bébécas, mas também nasci duas semanas após o que seria normal, a Bébécas apenas se atrasou 4 dias :)

De qualquer modo quer-me parecer que ela é mais alta do que eu com a mesma idade o que faz com que ao olhar para ela veja sempre a minha bebé, mas que está a ficar com corpo de menina.

E as exclamações de espanto sucedem-se:

 - Que idade tem ela?

 - 2 anos e meio.

 - 2 anos e meio!? Dava-lhe 4....

Pois!

sábado, 26 de janeiro de 2013

Volta relógio adorado!!!

No outro dia pareceu-me que um dos meus adorados relógios (that one) tinha algo raro, diferente, mas não consegui logo identificar o quê.

Dei voltas e voltas até que descobri...os aros que servem de relevo aos cronos saíram do sítio e encravaram nos ponteiros; não sei como, nem porquê, mas desconfio sinceramente que tem mão da Lady Bébécas, que provavelmente o deve ter atirado ao chão, e eu não vi!!!!

Hoje lá o fui deixar à loja onde o comprei para arranjar, mas estou cheia de saudades; tenho tantos relógios, cada um mais bonito do que o outro, mas aquele é especial, pois a par com o Armani que tenho usado ultimamente, são os meus preferidos.

Notícia interessante

http://www.sabado.pt//Multimedia/FOTOS/Mundo/Fotogaleria-(792).aspx?id=563282

Sobretudo para gente boçal que ainda se refere a pessoas como eu como "preto/a de #"%&/".

...enfim, basta olhar para esse tipo de gente e realmente, coitados dos pobres de espírito...

Amigos re-baptizados

Os amiguinhos da Bébécas ganham novos nomes, consoante a vontade dela pronunciar as palavras com melhor ou menor dedicação:

A Carolina agora é a "Calina".
O Manuel agora é o "Manéli".

Le Petit Prince

Não tivesse ela uma mamã absolutamente fascinada pela obra de Saint-Exupéry - O Principezinho, pois que, sem qualquer influência da minha parte, parece que também se identifica com o pequeno herói.

Está siderada com a série que dá na RTP2 :)

E eu também, que lindo!

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

"Mamã é mina paixão!"

A minha Bébécas disse-me isto há pouco e eu ainda estou nas nuvens e sem palavras...e a chorar de alegria, tenho dito!

Escalões, sobretaxas = Less money

Receber o vencimento deste mês causou-me um misto de emoções, mas confesso que nem todas elas tão negativas como se pode imaginar.

Por um lado parece que recuei uns tempos, ver reduzido o meu salário liquido e obviamente o meu poder de compra, quando se assiste a uma subida dos preços de tudo e mais alguma coisa.

Por outro tentar retirar o lado bom, ver algo de "positivo" e constatar que enquanto nos retirarem uns bons euros, por muita diferença que nos façam, é sinal que recebemos uma dose tal que proporciona estes cortes.
Não é justo, os parâmetros e as justificações que nos dão são dúbios, está-se a dar a volta à nossa Constituição e aos direitos consagrados, mas tudo bem, que seja em prol de um futuro melhor.

Honestamente, não me queixo, porque há quem esteja bastante pior do que tantos que se vão queixando.

...contudo, dói um bocado, para não dizer muito, sofrer na pele com o actual estado das coisas, sendo o meu agregado familiar composto por 2 pessoas e uma mascote de companhia, sendo uma delas uma bebé de 2 anos e meio, e estando às costas do único elemento activo do agregado todas as despesas inerentes a uma vivência de classe média - despesas da casa, carro, alimentação, vestuário, saúde, lazer, cultura...
Num cenário destes e sem conta bancária bilionária, vemo-nos sem abono de família, aumento do escalão de IRS em vários pontos percentuais, sobretaxa de 3,5%, redução nos parâmetros de deduções à colecta, etc, etc, etc.

Será que para o nosso governo, o meu agregado e tantos outros em situação semelhante terão que fazer ainda mais esforços, para compensar as más práticas e erros de cálculo de tantos ministros!?

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Ontem quando regressei do escritório

a minha filha deu-me um efusivo abraço que quase me atirou para o chão e gritou:

 - Mamããããããããããã!!!!!!!

Seguido de um:

- Tudo bem!?
Gostava de saber porque é que o idioma que está pré-definido na minha barra de idiomas do PC profissional é sempre IT e por mais que eu altere para PT ele sem minha ordem passa para IT.

Tem vontade própria ou quê??

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

A primeira-dama do estilo - Life&Style

A primeira-dama do estilo - Life&Style

Flashback

Agora, do nada, veio-me à cabeça um episódio que aconteceu há muitos anos atrás, estava eu com a minha avó em casa e olhei para ela e ela chorava em silêncio...com meia dúzia de fios de cabelo por causa da quimioterapia e eu, com os meus 19/20 anos a dar-lhe força e a afirmar que tudo ia correr bem, porque ela era forte.

Eu acreditava mesmo nisso e estava tão enganada; a minha avó por seu turno sabia que estava a partir e denotava uma resignação, alguma paz, mas ao mesmo tempo pena por ter que ir...saudade daquilo que ia porventura perder, dos que deixava para trás.

Parece que estou a sentir as lágrimas dela, que estou a dar-lhe beijinhos e a sentir o aroma  do seu Tresor.

I miss you so much granny!

Mamã Incrível

Para a minha Lady Bébécas Tinkerbell eu sou a Mamã Incrível, sem qualquer dúvida.



Talvez me veja como uma medusa, ou um polvo, alguém que se multiplica, teletransporta, possui mais membros do que aqueles que me foram destinados, omnipresença, sei lá...a mamã pode tudo, pensa ela.
Ao mesmo tempo que lhe dou banho ela acha que para além dos beijinhos, lhe posso trazer num ápice o boneco que está no quarto ou em casa da avó; quando estou a conduzir acredita que eu vou conseguir afagar-lhe o cabelo, dar-lhe colo e mais beijinhos, e quando percebe que não, estica-se toda para ao menos lhe fazer uma festinha na mão; quando telefono para saber como está, a ânsia em falar comigo é tanta que quase atropela a avó, grita, esbraceja porque quer "apenas" faláli com a mamã.

Se estou a cozinhar quer mimos, se me estou a arranjar mimos quer, se estou a tratar da casa e das roupas, de mimos necessita e eu...dou-lhos. Por vezes respiro fundo e arrependo-me de o ter feito logo a seguir, penso que não sou elástica nem de ferro, e penitencio-me horas a fio - começo a pensar, que se lixe quase todo o resto, a Bébécas é a prioridade e o amor e afectos que eu lhe possa dar serão sempre poucos tendo em conta tudo o que ela merece.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Os vestidos da Michelle


Lindos!


No meu círculo de pessoas amigas, tenho uma dessas pessoas que já conheço há uns bons anos e com quem estou de quando em vez.

Na última vez, numa troca de mimos completamente inocente disse-me que lhe fiz lembrar algo.

Como daquela cabeça e mente criativas saem coisas que me dão para rir, até tremi.

Afinal fiz-lhe lembrar algo mesmo inocente:

A Pocahontas :)

Digam o que disserem

o crime não compensa e sinceramente devia ser punido não só pela lei dos Homens, como também por algo a atirar para o divino.

Que o diga o indivíduo que ontem "atropelou" um combóio perto de Coimbra, deixou lá o carro e fugiu.

Fisicamente deve ter alguma história para contar, e em termos de justiça deve ter apanhado o susto da vida dele - quem é que o mandou andar a roubar?

Aiai

O "monstro" das bolachas

O trajecto matinal de hoje foi bem menos acidentado do que ontem, nem me quero lembrar; cerca de 2 horas para percorrer meia dúzia de quilómetros à conta de um incidente no IC19.

Já desesperava a Bébécas e eu, e mesmo assim ela portou-se muito bem, dadas as circunstâncias.

Hoje correu tudo dentro da normalidade, a não ser a insistência da Lady a querer bolachas e eu a dizer que não tinha e ela a insistir que estavam na minha mala.

Oups, não se pode mentir a uma criança; lá tive que reformular que de facto a mamã tem sempre bolachinhas para ela, mas comer inside the car está fora de questão, não quero badalhoquices, já bastam as manifestações artísticas que ela me faz no vidro com baba e afins!

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Socorro!!!

Ela não despega da Orelhinhas e sempre que preciso de a pôr a lavar é um drama.

A bela da Orelhinhas está encardida, mas também está diariamente com a Bébécas desde a alcofa e é uma das suas mais fiéis companheiras...mas a bicharoca também precisa de tomar banho e cada vez é mais difícil, dear God.

Pus a roupa toda na máquina, tentei surripiá-la e nada, não a larga, mas desta não passa, nem que a apanhe a dormir...

Para a Bébécas

As nossas crianças precisam sempre de tantas coisas que há que gerir não só as suas necessidades como a nossa disponibilidade; ontem comprei-lhe 5 pares de collants para reforçar o stock da gaveta dela - é incrível como os collants se estragam tanto e temos que adquirir a paleta toda de cores para conjugar com os trajes.

Hoje comprei-lhe mais uma camisolinha quentinha e uns calções - vai ficar muito contente, de tão vaidosa que é!



domingo, 20 de janeiro de 2013

sábado, 19 de janeiro de 2013

Crime em Bolshoi

Gostava de saber mais acerca do Ballet, do que sei; é uma dança fascinante e proporciona uma elegância a quem o pratica, fora de série. A postura, a delicadeza, a beleza...

Gostava que a minha Bébécas tomasse contacto com esta arte, caso tenha vocação e goste...veremos.

Foi com surpresa (negativa) que li a notícia de que o Director do Bolshoi foi atacado com ácido e ficou num estado algo deplorável - até numa arte destas se praticam crimes hediondos, por inveja. Excelente bailarino o Sergei e ao que parece não perdeu a visão.

Arte Rupestre

É a visão que tenho neste momento; a que foi em tempos a minha banqueta fashion da sala, hoje transformou-se num cenário rupestre, graças à imaginação da Bébécas.

Enquanto o "Diabo esfregou um olho" surripiou-me uma esferográfica, "rupestrou" e a minha banqueta imaculada deixou de o ser.

Vale-me a minha mãe que diz ter um produto milagroso que tira a tinta, caso contrário, lá teria que ir comprar uma forra nova :(

A cair

É como me sinto.

A semana não teve as horas de descanso que merecia e que precisava graças à Bébécas que resolveu trocar os horários.

Na penúltima noite dormiu e acordou a horas decentes, esta noite foi o colapso total - 2.50h da manhã; é muito dificil, mesmo muito dificil.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

De nebulizador em punho

Muito frio e muita humidade e uma Bébécas linda, por vezes dão nisto; lá anda a mamã de nebulizador para ajudar a curar a menina mais linda do mundo. É fruto deste tempo, mas é tão desconfortável para eles estar assim:(

O negócio

No outro dia estava eu a percorrer os corredores do hipermercado com alguma pressa (é o meu costume pois não aprecio a lide de fazer compras) quando o meu telemóvel toca, olho para ele, número que desconhecia, mas como estava à espera de algo, calculei que estivesse relacionado com isso.

 - Estou sim

 - Alô, é à Dôna *$#%&?

 - Sim, é a própria.

 - Olha, daqui é o Edjimiuson, quêria prôpor um negôcio pr'á você!

Com esta pronuncia de português do Brasil e o termo propor negócio veio-me logo à cabeça um "verdadeiro negócio", mas depois lembrei-me que ainda não tinha mandado fazer a folha a ninguém.

Ahahahahah, foi inevitável.

Para concluir, o Sr. Edmilson foi muito simpático, profissional e eficiente; haja pessoas assim que esta aldeia global bem precisa.

6.32 AM

Está a ser uma semana dura e com horas de sono deficitárias.

Hoje a alvorada da Bébécas foi às 6.32h da manhã, sendo que durante a noite tivemos vários avanços e recuos.

Digamos que desde domingo tem sido assim, a relembrar os tempos de recém-nascida, mas com reivindicações muito mais audíveis e cerca de 12 quilos de peso a mais às minhas costas; a agravante centra-se no facto de que nesses tempos eu estava em pleno gozo de licença de maternidade e agora não :(

Mais uma série fantástica

Scandal


quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Quando eles nos desiludem

Não sou seguidora de ciclisco nem de provas relacionadas com a modalidade, mas adoro andar de bicicleta, gosto mesmo muito.

Há nomes no ciclismo que me marcaram, tal como o "nosso" Joaquim Agostinho, Indurain, Lance Armstrong, Bradley Wiggins - cada um no seu género, ciclistas brilhantes.

Centro-me no Lance Armstrong - carismático não só no ciclismo, um homem interessante, e mais interessante ainda no período em que lutava contra o cancro que o cercou.

Sempre me pareceu um homem digno, confesso e foi com grande incredulidade que assisti às primeiras notícias acerca da hipotética utilização de substâncias proibidas para melhorar o seu desempenho desportivo - o Armstrong dopou-se! Quando lhe foram retiradas todas as medalhas, não havia margem para dúvidas, mas, ao que parece o próprio ter-se-á confessado à Oprah e assumiu o que já estava desvendado - dopou-se mesmo!

Aqui temos a queda de um herói, de um possível exemplo a seguir e eu penso:

 - Qual terá sido o sabor das vitórias? Como conseguia aparecer radiante a festejar os êxitos e erguer os troféus sabendo o que fez? - que o mérito não era dele!?

Enganou tanta gente, passou a perna a tanta gente...e o castelo implodiu...

6.01AM

Deu-me mais 10 minutos de sono relativamente a ontem.

"Quéle mamã, quéle mamã!"

Não tem sido uma semana prolifera em descanso, de todo. As olheiras já começam a pesar e a vontade de dormir já é quase um apelo.


terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Vou ter um "sobrinho/a" meio espanhol meio bahiano!

Uau, que boa notícia; uma amiga muito grande resolveu repetir a experiência mais de 10 anos depois e vai ser mamã lá para Setembro!!!!

Fiquei muito contente, sendo eu das poucas pessoas que sabia que estavam a tratar do assunto. Vai correr tudo bem, eles merecem - e em menos de um ano, de um filho, vão passar a estar com 3;-)

Hala!

"Alvoraçou-me"

É a palavra certa para caracterizar o que a minha filha me fez hoje em plenas 5.50h da madrugada.

Acordei alvoraçada com um barulho que mais parecia a sirene dos Sapadores de Lisboa, mas não, era a Bébécas!

Lá estive a convencê-la a dormir porque ainda era cedo, eu com os olhos a tombar sobre si próprios, mas nada - a criança queria ver os desenhos animados do Disney.

Sem desenhos animados e eu a lamentar-me que ainda eram horas de dormir, passou à estratégia do "tu amas-me, não é mamã?" - não verbalizada, mas que quer dizer o mesmo, dadas as centenas de beijinhos que eu recebi até à verdadeira hora de levantar.

Sim tesouro,your mummy love's you!

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Conheça as tabelas do IRS que já foram publicadas em Diário da República | iOnline

Conheça as tabelas do IRS que já foram publicadas em Diário da República | iOnline

"Tá bem abelhas", sim senhor!

Doações de Medula

Por questões muito pessoais e que mexem comigo profundamente, acompanho com bastante atenção os temas relacionados com as enfermidades cuja "cura" passa por transplantes de medula.

Tenho uma anemia desde há muitos anos que já me causou alguns problemas, a minha mãe também, irmã...etc, etc, e a minha avó materna faleceu em consequência de um Linfoma não-Hodgkin, antecedido de um Mieloma Multiplo. Tinha 20 anos quando me vi forçada a lidar com a partida dela, na altura fez-me confusão não se ter abordado a questão do transplante, mas como é óbvio já percebi porquê - tinha chegado a uma fase de falência multipla de orgãos vitais, que ditaram não só, mas também a viabilidade dessa opção.

Mas embora se fale da ordem natural da vida, se eu pudesse teria dado a vida por ela, com tanto gosto como apenas o faria pela minha filha, pela minha irmã e pela minha mãe.

Assisti a 10 anos de sofrimento, entre os meus tenros 10 anos e os saudosos 20; acompanhei a luta, a coragem, a fé e até a entrega resignada ao veredicto final e...não foi fácil para nós, mas sobretudo para ela, que foi quem mais sofreu e partiu precocemente, sem forças mas com grande dignidade.

Já perdi amigos, conhecidos e até desconhecidos que admirei com doenças oncológicas e se algumas há, que nada podemos fazer, com as leucemias, aplasias, linfomas podemos e devemos ter a presença de espírito e a dignidade de fazer o que está ao nosso alcance para prolongar vidas - salvar não digo, porque a vida não é eterna, de todo.

O que aconteceu agora com o jovem Gonçalo deixou-me sem palavras; um dador nacional com todas as compatibilidades possíveis, fez todos os exames e chegado à hora H recua e recusa-se a doar um pouco daquilo que também lhe foi dado...estou farta dos comentários do "não julgar"; há seres que de facto são muito primários no seu desenvolvimento. Quanto a mim nem sequer está em causa o doar ou não, é uma opção de cada um.

Agora o criar as condições para, gerar expectativas, predispôr-se a, dar a sua palavra e no fim arrepender-se, deitar por terra as aspirações de vida de um jovem e da sua família, foi uma má acção, foi.

Infelizmente com doações de medula ou não, o que mais se vê por aí são estas histórias podres em que prolifera gente sem carácter, sem palavra, sem honra, sem humanidade...
Já estão! Vamos às contas!

Parece que é hoje!

Que finalmente vão ser publicadas as novas tabelas de retenção na fonte...dizem que a qualquer momento.

Veremos...despachem-se lá, porque tenho contas a fazer!

Ontem

À hora do amigo João Pestana decidiu ficar contrariada e a querer todos os bonecos do mundo e arredores; mas ela sabe bem que dormir é incompatível com rebaldaria, portanto nada do reino dos brinquedos na sua hora de dormir.

Regressei à minha base e ela chorava, lamuriava-se...enfim, lá voltei - o queres filha?

"Qué mamãzinha!"
"Quél ir para a cama da mamã!"

Pois, mas isso não pode ser, porque a mamã não vai para a caminha à mesma hora que a Bébécas e cada uma tem a sua caminha, e a tua caminha é muito bonita....

Bem, com muitas festinhas pelo meio, beijinhos em dose redobrada e muitos miminhos lá ficou sossegadinha até hoje de manhã; e que bem disposta que ela acordou! Parecia um boneco bochechudo!


domingo, 13 de janeiro de 2013

Costa Concordia

Acabei de ver uma reportagem do National Geographic acerca do naufrágio do Costa Concordia - arrepiante.

A minha intensa paixão por barcos fez-me não só ficar sensibilizada pelos humanos, como é óbvio, como também pelo paquete em si.

Aqueles momentos de pânico, de incerteza e o "monstro" a submergir desgovernadamente e a levar consigo tantas peripécias, tantas aventuras, tantos sonhos e sobretudo as expectativas de umas excelentes férias.

No fim, aquele idiota do comandante deu a fuga antes dos demais - já não há Homens como antigamente.

sábado, 12 de janeiro de 2013

Rihanna - Diamonds

Esta miúda é gira que se farta e não fazendo propriamente o meu género musical de eleição esta música ficou-me no ouvido - variar também faz bem!

E chegou finalmente a estante em madeira branca para o quarto da Bébécas para colocar os brinquedos e organizar o espaço lúdico e de arrumação.

É o que eu digo, o quarto e todo o espólio que o compõe, estão fabulosos. Era para ter sido entregue à tarde, mas ligaram-me de manhã para ver se eu os poderia receber, dei meia volta do sítio em que estava e lá fui eu receber os senhores - uma Bébécas muito espantada a observar as movimentações no quarto dela e, quando os senhores da loja saíram, como que a perceber o miminho, agarrou-se a mim aos beijinhos.

Aproveitei a sesta dela para limpar a estante e começar a colocar lá os brinquedos que já não cabiam na arca nem nas outras prateleiras que ela tem e, está um mimo.

Assim que acordar para lanchar vai ver tudo arranjadinho para ela!

:)

About Bébécas Nails

Já não me lembro da última vez em que tive unhas para lhe cortar nas mãos, dado o terrível vício que ela adoptou de as roer, vá lá saber-se o porquê.

Nos últimos dias notei que estavam a crescer gradualmente, mas nem comentei...ontem deparo-me com algo que se fosse noutra situação iria detestar...mas como a ocasião faz o ladrão, adorei!

A Bébécas para além de ter unhas "cortáveis", tinha-as sujas por baixo, provavelmente à conta das brincadeiras típicas de criança.

Adorei! Sem dar muita importância lá lhe disse para se sentar para cortarmos as unhas e limpar e o resultado foi muito positivo. Ficou toda contente, depois quis ver as minhas unhas e veremos se o vicio se foi. I really hope so.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

A bem dizer, é isto mesmo!

http://coconafralda.clix.pt/2013/01/ter-os-neuronios-todos-queimadinhos-e.html
E pensava eu há uns bons tempos atrás que finda a fase dos primeiros meses, as noites calmas reinariam...e reinam, há fases em que corre tudo de feição, mas há outras que sinceramente.

Esta semana creio que não houve um único dia em que a Bébécas dormisse a noite toda sem acordar a praguejar, perdão, a berrar.

Por hábito dou-lhe 2 minutos de reflexão e depois lá vou eu acalmar a cria; dar umas voltas pela casa a falar ao ouvido a ver se a acalmo, dar-lhe o leitinho morno da praxe, afagar-lhe o cabelo, beijinhos mil, festinha duas mil, enfim...quando me preparo para a deitar, berraria outra vez.

Ah e tal, temos que ir fazer óó, a mamã amanhã tem que ir trabalhar, temos que descansar, vês, é noite, temos que descansar.

E meio a soluçar diz que quer ir comigo para o escritório, e que quer ver televisão, e que quer pintar com os lápis de côr, e quer abraçar este mundo e o outro.

Lá vou contando até 10.000 e acabo por conseguir pô-la a dormir novamente.

Poucas horas depois quando tem mesmo que acordar, vem drama de novo - quer dormir! E depois não quer sair de casa, não quer vestir o casaco, quer despedir-se dos brinquedos todos e das meninas que vão para a escola, etc, etc, etc.

E quando finalmente estamos aptas a sair, quer colo! Lá vamos nós.

No sentido inverso não quer sentar-se na cadeirinha, acha que deve ser mais engraçado ir no banco do carro; deve ser deve! Vais na cadeirinha e ponto final.
Isto seria muito fácil se ela não tivesse uma força descontroladamente mais eficaz do que a minha; e entre contorcer-se, esticar as pernas e chorar, às vezes é uma aventura conseguir colocá-la na cadeira e apertar os cintos! Quer ir no banco do carro....humpf, deve ser deve!

Os óculos de sol - de noite, quando se lembra, quer os óculos. Filha, os óculos são de sol, não são de lua! Isso faz mal. Esperneia, faz birra - já consegui atingir o estágio de ignorar e passados 10 minutos ela cala-se, não sei antes me provocar uma dor de cabeça daquelas de marinhar pelas paredes acima.

Chegadas a casa, o de sempre. Não quer sair do carro, depois de sair quer ir novamente despedir-se de todas as meninas que moram nos arredores, quer sentar-se no banco do jardim...e no outro dia vinha em nossa direcção um indivíduo bêbedo a cambalear e eu a acelerá-la para não termos que embater uns nos outros...e ela ia dizendo "o senhôli vai cair".

As idas às compras têm os seus dias - mas o supermercado continua a ser um local sui generis em que existem muitos focos de distracção - evito fazê-lo com ela, caso contrário metade das compras ficam por fazer.

E é assim a denominada fase gira dos 2/3 anos. Se sobreviver a esta, esperemos que a próxima seja mais calma.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Cidadãos entregam providência cautelar contra encerramento da MAC - Sociedade - Sol

Cidadãos entregam providência cautelar contra encerramento da MAC - Sociedade - Sol

Acerca do tal spot da Samsung que já não está no ar

Não deixa de ser interessante a celeuma que se criou acerca dos comentários de uma jovem senhora que deseja para 2013 a clássica mala da Chanel e que fizeram com que o dito spot fosse retirado.

Pessoalmente não me choca nada o que a jovem disse - um desejo não é uma concretização e mesmo que o seja, é um problema dela e da carteira, e se a jovem é mais feliz com uma Chanel e se a puder adquirir, está a ajudar a economia e o seu ego.

O que de facto me irritou foi apenas e só a pose de queque exagerada, ninguém fala assim, ninguém entorta a boca daquela maneira, ninguém fala de uma forma que ao tentarmos perceber algumas das coisas que diz...não percebemos nada.

Achei portanto estar perante a caricatura de uma queque, que por acaso ambiciona ter uma mala Chanel e que se fosse um pouco mais genuína não se perdia nada.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

A minha pequena artista

Enquanto eu tratava do jantar quis levar o quadro para a cozinha e toca de dar largas à imaginação!

Foi muito divertido, para ambas!

Acerca do Inglês

"Ahhhhhhhhh, é o patinho mamã!"

Sim Bébécas, duck, duck.

"Duck Patinho"

Não: patinho = duck

"Duck Patinho"

Está bem, ficamos assim!

Constatação do Dia

"O carro tem cabeça"

Hummmmm...

Não vale a pena fazer grande alarido e explicar-lhe a nomenclatura da viatura em si, e que o seu topo se chama tejadilho. Uma coisa de cada vez, porque aquela pequena cabeça já anda a 1000 com tantas coisas que vai aprendendo.

Afinal ainda temos cá a Banak :)

Se há loja de móveis e decoração de que gosto, é a Banak; o serviço de atendimento ao público não era o mais eficiente, mas têm coisas lindas.

A cama de menina crescida da Bébécas é esta:

Ainda não dorme lá; esta criança é meia esgroviada e iriamos ter quedas todos os dias, mas está no quartinho dela à espera que ela se mude para lá.
Entretanto as lojas da Banak que conhecia em Lisboa fecharam todas e pensei que já  não tivessem representação em Portugal, mas afinal têm e bem pertinho da minha casa. Já estou a namorar um aparador para a sala.

Uma girafa bebé nas despesas de representação: 10 faturas incríveis - Dinheiro Vivo

Uma girafa bebé nas despesas de representação: 10 faturas incríveis - Dinheiro Vivo

Acho o máximo, demais mesmo, hilariante!

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Há dias em que realmente a tecnologia parece estar a remar ao contrário.

Durante o dia lembrei-me que tinha que pagar a mensalidade de um dos telemóveis; depois passou-me, depois lembrei-me de novo, mas despreocupei-me e pensei que após as minhas lides de mãe estarem concluídas, num instante faria o movimento online.

Lá fui ao site do banco, blá blá blá, quando parecia estar tudo certinho e carreguei no OK, aparece uma cruz vermelha e a informação de que o código que introduzi estava inválido - bolas, eu sou como o Sr. Silva, raramente me engano, olhei para o cartão matriz e tenho a certeza que não me enganei.
Tentei segunda vez, e terceira e sempre a mesma cruz vermelha!

O defeito é da plataforma que dado o adiantado da hora estará certamente em manutenção - por isso é que eu não gosto de pagar as contas no último dia, bolas.

Enfim, outra conta, outro banco e o sistema funcionou! Conta do telemóvel paga = missão cumprida!

Brie....hummm, tão bom!

Adoro queijo, de todas as "espécies e feitios" e o Brie não é excepção.

Estava ali a deliciar-me com o meu queijinho e vem a Bébécas:

 - "Mamã...dá!

Olhei para ela não muito convencida, o Brie sendo um queijo suave tem um sabor algo característico e achei que o requintado palato da minha filha o fosse rejeitar.

Pois, enganei-me. A criança sabe o que é bom. A primeira expressão facial foi do género "estranha-se", seguida instintivamente da "entranha-se" e o seguinte comentário:

 - "Mãe....dá maichs"

Well done minha pequena Tinkerbell!

O "velhinho" metro de Londres faz 150 anos - Globo - DN

O "velhinho" metro de Londres faz 150 anos - Globo - DN

E fará outros tantos!

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

O fato do Messi é que não lembra a ninguém - ou terá sido um acto falhado!?

O Messi tem muita pinta;-)

sábado, 5 de janeiro de 2013

Esqueci-me da hortelã :(

Mas o borreguinho da Bébécas está uma delícia; gosto de sentir aquele gostinho, fui ao supermercado comprar entre outras coisas a hortelã, e quando me pus de volta dos tachos - cadê ela!

Mas ficou bom, muito bom mesmo.

Everything But the girl - Missing (Tod Terry Original Remix [HQ])

...like the deserts miss the rain...nananananananana


Estações do ano? O que é isso?

Para a minha filha decerto não existem estações do ano, a diferença entre o frio e o calor será demasiado ténue para o seu pequeno termóstato.

Portanto hoje de manhã quando chegámos a casa de mais um programinha do costume, eis que foi desencantar o balde da praia, pôs lá para dentro uns brinquedos, gorro na cabeça e "vamos à paia"!

À praia??? Não está tempo para isso filha, está frio.

Talvez associe o frio à chuva, porque instantaneamente olhou para o céu e disse:

"Não tá a chovêli"

Filha, estamos no inverno, a mamã terminou hoje o antibiótico que está a ajudar a curar esta amigdalite, tenho tosse, andamos de casaco...não podemos ir à praia.

Criança sofre.

Nureyev recordado com tributos 20 anos após a morte - Artes - DN

Nureyev recordado com tributos 20 anos após a morte - Artes - DN

Dos melhores bailarinos de sempre, sem dúvida!

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Mamã, pinta da bibéón do deitinho!

Que é como quem diz:

Mamã, pinta o biberão do leitinho!

E isto com o requinte de já trazer uma esferográfica na mão.

Presentes intemporais

A minha loja de eleição para os brinquedos da Bébécas é a Imaginarium; já o era para os brinquedos dos filhotes dos amigos e "afilhados" e passou também para a minha filhota.

Gosto da loja por ter brinquedos adequados a todas as fases, didáticos, apelativos e que puxam pela imaginação das nossas crianças.

Não estava à espera de lá ver um objecto que, em criança teria feito as minhas delícias:


Acho o máximo!

Bébécas & Mummy

Two years and a half!

É isso mesmo, tenho a minha Bébécas nos braços há 2 anos e meio e cada vez mais parece que esteve sempre comigo.

Parabéns filhota!

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Mamã qué CÓÓÓÓÓLOOOOOOOOOO!!!!

Agora deu-lhe para isto; não é que não goste de lho dar, aliás, adoro senti-la pertinho de mim, o cheirinho dela, os mil beijinhos que me dá, poder pegar-lhe quando daqui a poucos anos já não serei capaz...mas há alturas em que não é mesmo nada oportuno. Nomeadamente qaundo estou a tentar tomar banho, a cozinhar, nas compras, a tentar experimentar uma peça de roupa, a conduzir, no cabeleireiro, enfim, cria é isto mesmo!

GNR - "Sangue Oculto"

...la barrera de fuego una frontera!!!!


GNR - Ana Lee

Mom's Pandora

E já está! Em 2 anos conseguimos completar a Pandora da minha mamã, yuppi!!!!!

Afigura-se agora um problema novo - andava eu tão descansada que sabia sempre o que lhe comprar, e agora voltei à estaca zero. Vai acenando que não quer outra, blá, blá, blá, mas quer-me cá parecer que é outra que lhe vai sair na rifa nas próximas prendas!

A ficção cada vez mais próxima da realidade

Já começamos a assistir em filmes, séries e afins, a finais não tão maravilhosos como eram antigamente.

Nem sempre vivem felizes para sempre, os maus por vezes safam-se, ainda que hipoteticamente, e aos bons também são reservadas surpresas desagradáveis.

Mas também não era preciso levarem isso à letra; bolas!

Estava eu na terça-feira à noite toda entusiasmada a ver o último episódio da 3ª temporada da Downton Abbey, a Lady Mary a ter o tão aguardado herdeiro varão e o Matthew morre!?

Não é justo; logo agora que estava a ir tudo tão bem :(

António Dornelas

O ISCTE e a Sociologia ficaram mais pobres...

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

...eu não digo que a amizade é assim - não estamos todos os dias juntos, não andamos a telefonar e a jogar fofocas fora, porque os laços de amizade são mais fortes do que isso.

E termos pessoas tão longe, mas tão perto do coração; hoje fui surpreendida pelo positiva por uma amiga "colateral" que me foi apresentada pelo "honey" a desejar um bom ano, a perguntar pela Bébécas (ela que a segurou no colo com escassos meses de vida) e a reiterar o convite bem como as portas de casa abertas para umas férias no place dela....em Macau!

Estas coisas enchem-nos o coração; obviamente que gostei do miminho, é uma pessoa de que gosto muito, tem 3 filhos muito queridos e embora viva num local do outro lado do mundo, por todos estes motivos estou mesmo a equacionar a hipótese de lá ir passar uns dias com eles :)

E ainda faço uso do meu Mandarim básico!

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

India

Já pensei neste destino várias vezes, mas sinceramente...não creio. O Taj Mahal é giro, têm templos extraordinários, mas o indice de sujidade é tanto que até fico mal disposta.

E quando uma amiga minha me contou que de facto é real a imagem que tenho de que se está numa barcaça no Ganges e flutuam mortos à nossa volta, o cheiro putrido, a névoa de poeira sobre Mumbai e afins...um país que tem tudo para ser tão bonito, mas cujo indice de miséria suplanta qualquer beleza natural.



E cá estamos outra vez

Dizem que é 2013....engraçado foi estarmos na contagem decrescente (10...9...8) e a Bebécas a dizer:

 - "Mamã, qué cócó!"

Pessoal, suspendam a contagem, fui a correr buscar o bacio e a Bébécas lá fez o xixi - não, não era cócó.
Passou literalmente a a dobragem do ano a borrifar-se para tudo!

Tocam as 12 badaladas e eu a limpar-lhe o rabiosque! Inspirador e talvez seja um bom presságio, nunca se sabe.

Mas lá que foi divertido, foi! Estamos oficialmente na fase "Kandoo".

:)