quarta-feira, 30 de novembro de 2016

terça-feira, 29 de novembro de 2016

E a família aumenta

Mais uma priminha direita a nascer...é hoje, é hoje! Crescei e multiplicai-vos!

domingo, 27 de novembro de 2016

Furiosa

Foi como a minha filha me conseguiu pôr depois de, ao estar a separar a roupa pala lavar e me deparo com um barulho estranho vindo de dentro de uma camisola polar. Ela vem num ápice a correr a tentar evitar o pior e eu que já estava a ficar verde, comecei a hiperventilar.

Saem de lá de dentro 3 vernizes das unhas, e duas pedras pintadas com os ditos. Passei-me.

Mais uma vez traiu a minha confiança, pois aqueles vernizes vieram numa revista da Barbie que a avó lhe comprou, tinham ficado guardados no armário da casa-de-banho, isto porque não me entra que miúdas pequenas pintem as unhas. Não lhes faz bem e ainda por cima, fica mesmo muito piroso.

Tinha ficado a promessa de que quando se mascarasse no próximo Carnaval, a carácter excepcional lhe pintaria as unhas.

Foi o que perdeu; nem agora, nem no Carnaval, nem tão cedo...e é melhor tentar abstrair-me um bocado da asneira, antes que me dê uma fúria e deite tudo fora!


sábado, 26 de novembro de 2016

Em fim de semana black

Uma pessoa desgraça-se nos sítios do costume; adorei, by Lion of Porches.


sexta-feira, 25 de novembro de 2016

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Upgrades na Leitura

E testemunhar de dia para dia os avanços que são dados na leitura, é arrebatador.

A minha bebé cresce, é verdade, mas....se não crescesse era sinal que algo estaria mal. Todos os dias tem trazido novas tarefas relacionadas com a leitura, a aprendizagem de novas letras surge a velocidade cruzeiro. Nos últimos 2 dias tem estado na letra T - "Mamã, estou na letra do teu nome" diz ela.

Se há 2 semanas atrás eu desesperava a achar que ela nunca ia conseguir encaixar muito bem os ditongos, ontem surpreendeu-me ao ler as 6 frases que trouxe para estudar, sem intervenções dignas de destaque da minha parte.

Limitava-me a alertar que aquele E tinha acento e ela olhava para mim e pronunciava ÉÉÉ! E logo a seguir aparecia um sem acento e aí ela dizia "eeeeeeeeeeeee".

Acho piada à técnica - primeiro identifica os ditongos e depois adiciona a letra que surge à esquerda e forma a palavra. Cada um tem o seu método e parece-me que este com ela vai resultando :)

Versão Melhorada - Toca a Chapinhar - UGG introduces Classic II

A minha filha que não veja isto, sobretudo quando passo a vida a dizer-lhe para não se atrever a chapinhar quando tem as UGG :)

terça-feira, 22 de novembro de 2016

E vem o Cristiano, e vem o Real Madrid, e vêm todos ao meu Sporting

E despassarada como sou com as lides futebolísticas, lá me apercebi a tempo que não posso ligar o piloto automático e fazer o trajecto do costume, pois o mais certo era ficar presa ali para os lados do Campo Grande e a minha criança à espera.


sábado, 19 de novembro de 2016

Haverá melhor paciência de avó

Ao ter-se uma mamã que não tem jeito nenhum para as costuras, agulhas e afins, e vai daí, leva-se o poncho cujo pompom caiu, o chapéu de chuva cuja vareta de descoseu e o boneco cuja barriga se rompeu para casa da avó e esta, com uma paciência de "Jó" pôr tudo em ordem para a netinha querida!?

Obrigada Mãe :)

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

De coração cheio após uma reunião particular com a professora da Lady Tinki :)

Tenho uma miúda inteligente, de raciocício rápido, ok, mal comportada no sentido de ser faladora, de achar que quando acaba o trabalho dela deve ir fazer o dos outros, no teste quando acabou o dela pôs-se a dar as respostas certas aos outros, etc.

É uma miúda bem resolvida e feliz.

E pensar que há 6 anos atrás eu achar que depois de tudo o que passei, não ia conseguir ser mãe - não é fácil, mas transbordo de orgulho na menina que estou a criar.

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Não obstante os meus receios face às experiências escolares da minha filha

Por saber que é cata-vento, teimosa, distraída, conversadora, etc., etc., e, por também perceber que de facto ela e os ditongos ainda não se tratam por tu, o comportamento na sala de aula também não é o ideal...as notas dos primeiros testes escritos foram:

Português - Bom
Matemática - Bom
Estudo do Meio - Muito Bom

Veremos como a criança se vai comportar daqui em diante.

Ainda mais bonita hoje...Love U Moon.


Estava assim hoje, ela....a Lua...


sábado, 12 de novembro de 2016

Make my child even more happy

Tenho vivido nos últimos dias uma emoção daquelas grandes, perante a perspectiva de proporcionar uma grande surpresa à minha filha.

Começando pelo princípio, a história tem pouco mais de 6 anos quando, com cerca de 3 semanas de vida, uma grande amiga da família, que me conhece desde muito pequena lhe ofereceu uma coelha, que desde aí acompanhou a minha filhota para todo e qualquer lugar.

Com as suas orelhas proeminentes chamei-lhe Orelhinhas que veio a ser rebaptizada por ela, assim que desenvolveu a aptidão da fala de Naínhas...e assim ficou, até hoje.

Como qualquer brinquedo que acompanha uma criança pequena, a Naínhas, por muito que fosse à máquina de lavar, ficou encardida, descosida, rota mesmo - e nem estando uma noite de molho, ou sendo cosida com carinho pela avó, ela se desgostou dela. Apanhámos sustos, por muito atenta que eu estivesse, chegou a perdê-la no chão várias vezes, lembro-me de um dia ter percorrido o IKEA de ponta a ponta à procura dela e vir a encontrá-la no meio de uns cartões; outra vez esteve desaparecida cerca de 3 semanas e veio a ser encontrada num telhado de uma garagem ao lado do colégio; teve o pai de uma coleguinha que subir ao telhado e resgatá-la.

O bolo de 2º aniversário tinha a Naínhas....e é sem dúvida o conforto dela, o porto de abrigo para dormir, para comer, quando tem medo, quando está doente....

Com os crescimento fui sempre incutindo o sentido de responsabilidade; a Naínhas já podre de todo, disse-lhe que ela já não podia sair de casa, que ia ficar numa caixinha ao lado da cama dela e que estaria sempre aqui para ela; as resistências eram muitas, queria sempre levá-la, nem que que fosse para a deixar no carro durante o dia, para que depois, ao fim do dia, a Naínhas a fosse buscar.

Num certo dia, aconteceu o pior, já lá vão bastantes meses - levou-a escondida, eu não me apercebi e perdeu-a.

Sofreu pela perda e eu sofri por ambas. É que a Naínhas também faz parte da minha vida! Os primeiros dias foram duros, tentámos encontrar um boneco que a substituísse, a resistência foi muita, e teve que se resignar...mas, quase que diariamente e até hoje, a Naínhas cinzenta (encardida, entenda-se) era recordada por ela.

E tanto a procurei que venho a encontrá-la no site da Jelly Cat, marca da qual ela tem alguns bonecos e que eu não me lembrava ser a marca da Naínhas.

Bom, ao vê-la, concluí a compra e andei 1 semana em pulgas sem desvendar o achado.

Hoje finalmente chegou, quando a fui buscar coloquei-a na cadeira dela do carro; a "destrambelhada" entra no carro, atira com a mochila e depois olhou, olhou uma outra vez, virou-se para mim e disse:

"Mamã, o que é isto? É a...a...é igual à outra Naínhas, é igual mamã. Foste tu?? Como conseguiste? Foi a Fada Dentinho?"

Depois da emoção inicial agarrou-se a mim, deu-me os beijinhos mais ternos de sempre, agarrou-se à nova Naínhas igual à outra e não mais a largou.

Comeu com ela, desenhou-a várias vezes no bloco, agarrou-se a mim com ela, deu-lhe um ataque de histerismo daqueles de alegria e está feliz a miúda. Tem a noção de que não é a primeira, a tal encardida e com o cheiro dela, aquela que eu coloquei junto ao meu corpo nos primeiros dias, para ela mesmo no berço, ter sempre o cheiro da mãe....mas sente-se que é como se fosse.

Está feliz a miúda e eu....bom, eu ainda mais!


quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Shame on them

Ou o resultado de se ser estúpido!


"O Português mais Erudito do Mundo e + 99 Personalidades da História de Portugal"

Decorreu no dia de hoje a apresentação do livro escrito por uma pessoa que admiro bastante, pela sua essência, inteligência, integridade, humildade, entrega à sua profissão e a causas, que muitos consideram perdidas.

É sem dúvida um grande profissional na área da advocacia, mas, para além disso, faz uma série de outras coisas, entre as quais...escrever livros e brindar-nos com esta obra tão interessante e inovadora.

A título pessoal o Dr. Pedro Proença é uma pessoa de que gosto muito e foi com muito gosto e de bom grado que assisti, juntamente com a minha Lady Tinki, à apresentação do livro.

Do que não estávamos à espera era de conhecer também esta Grande Senhora, uma das personalidades visadas na obra e que fez parte dos ilustres que a apresentaram; e fica uma fotografia da Simone de Oliveira com a minha filhota, para recordar hoje e sempre.


sábado, 5 de novembro de 2016

A promoção dos brinquedos do Continente

Todos os anos digo que não vou lá mais, mas todos os anos lá volto, e saio a dizer exactamente o mesmo.

Apanhei-a na aula de Inglês, fui lá a correr; de facto apetece trazer um monte de coisas, houvesse dinheiro a rodos e um closet só para guardar brinquedos.

Trouxe-lhe dois brinquedos, deixei lá €€€€ e fiquei com 50% de desconto em cartão.

Se eu fosse pequena, acho que ia querer a secção inteira das bonecas e jogos - o que podemos esperar dos nossos filhos.