domingo, 31 de julho de 2011

Sorte ou Azar?

Se partir um espelho em mil pedaços dá direito a pelo menos 7 anos de azar, a que dará direito partir uma garrafa cheia de azeite??

Pois bem, lá andava eu na sexta-feira toda catita a dar vivas ao descanso, momentos zen e tal...e eis que lá para a meia noite num momento de pouca inspiração na cozinha "atirei" inadvertidamente para o chão uma garrafa com 1 litro de azeite.
Só me apetecia chorar, pegar na Bébécas, no gato, que o Honey pegasse em nós e nos fizesse desaparecer dali, do caos gorduroso, daquilo que é o ouro da nossa cozinha.

Passado o pânico inicial, foram jornais, revistas, guardanapos, rolo de cozinha, tudo no chão a absorver tamanha gordura. Blurghhhh.

Depois lixívia, mais o detergente do chão, tudo numa mistura explosiva para fazer face à desgraça.

No fim foi o climax, a vontade de rir e a ida para a banheira, porque até eu pingava azeite por mim abaixo.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Ouve o telefone tocar

quando está em casa da avó, e de imediato muito contente diz "Mamã"!

Se ela estivesse no infantário obviamente que não ligaria para a educadora a perguntar por ela, salvo se estivesse doente. É péssimo atormentarmos o trabalho das pessoas e fazê-las perder o seu tempo e se forem todas as mamãs a fazê-lo as educadoras teriam que deixar a sua função para segundo plano e passariam a ser assistentes do departamento de atenção às mamãs saudosas.

Mas como está com a minha mãe se não sou eu a ligar, ela faz questão de me fazer o ponto da situação, eu lá vou falando e a Bébécas de vez em quando ouve a minha voz e lá vou matando as saudades.

Pois que a novidade é esta; quando o telefone da avó toca, arregala o olho e diz "Mamã!"

É de facto uma filhota maravilhosa.

Fim de Semana

Depois de uma semana bastante vigorosa em termos de trabalho e algumas noites mal dormidas, chegar a casa e ter na caixa de correio a edição de Agosto da Volta ao Mundo e inspirador. Digo mesmo que é um convite ao descanso.

Perfeito!

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Mais uma noite mal dormida

Não é hábito, mas lá vai acontecendo.

A Bébécas hoje resolveu acordar várias vezes durante a noite e eu fiquei com uma dor de cabeça daquelas grandes, totalmente relacionada com a falta de descanso.

A primeira vez foi à 1:45, depois voltou a ser por voltas das 3. Desta feita dei com ela sentada na cama, a olhar para mim de uma forma muito doce...mas senti que havia ali qualquer coisa que nem sei explicar.

Fiz-lhe umas festinhas nas costas antes de lhe pegar ao colo ela deu um impulso à cabecita e eu percebi logo o que lá vinha; instintivamente pus a minha mão em concha por debaixo do queixo dela e lá saiu "vomitório". Deve ter sido o "vomitório" mais asseado que vi em toda a minha vida, não caiu nada fora da minha mão e também não foi nada em grande, foi coisa pouca.

Depois lá peguei nela, fui-lhe lavar os dentinhos, dei-lhe dois goles de águinha e deitei-a comigo; com festinhas na cabecinha, na barriguinha e ela lá adormeceu...mas eu não.

Por volta das 6 da manhã, aí sim já eu estava completamente rendida ao cansaço e estava a querer pegar um pouco no sono, desperta ela novamente, já sem qualquer sintoma da indisposição das horas anteriores.

E aqui estou eu esgotada de sono e cansaço...mas descansada porque sei que ela está bem.

Cantorias e Aplausos

Vinhamos nós as duas num destes dias no carro e eu entusiasmei-me com a música que estava a tocar no rádio e toca de afinar as cordas vocais e cantar até que a voz me falhasse.

Close your eyes, give me your hand....trá lá lá lá lá lá lá (The Bangles - Eternal Flame) e a Bebécas (estava eu a topá-la pelo retrovisor) praticamente no fim sorri para mim e começa a bater palmas.

Estejamos desarranjadas, sem maquilhagem, a nossa voz a parecer uma cana rachada, os nossos filhotes gostam sempre e é bem verdade.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Vigiar e (não) punir - Opinião - DN

Vigiar e (não) punir - Opinião - DN

Agora morde!

Pois ontem foi o dia de cortar mais uma vez as unhas das mãos, algo que ela deixou de gostar, vá lá saber-se o porquê!

Distraio-a daqui, dou-lhe um brinquedo dali, com os meus braços envoltos nela tendo imobilizá-la o suficiente para que não haja corte com imprecisão e ela não vai de modas...já que Maomé não vai à montanha, vai a montanha a Maomé e decidiu ferrar o dente na minha mão.

Não é por nada, mas uma vez que decidiu morder-me na zona dos nós (ossos) do punho, aqueles dentes virgens aguçados são potentes, e doeu caramba!

Mas o que é que eu hei-de fazer...eu digo, aiaiai, a Bébécas não faz isso, mas não consigo deixar de me rir.

Ela é tão engraçada.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Dia dos Avós



Muito compenetrada no seu papel de netinha adorada, lá ia a Bébécas hoje de manhã toda contente a segurar com toda a convicção na prenda que escolhemos para a Avó.

E mal viu a Avó, saltou para o colinho dela, olhou para mim e entregou-lhe o embrulho.

A avó delira, baba-se de orgulho!

E tanto hoje como nos outros dias senti tanto a falta da minha querida avó; mas sinto também um conforto muito grande ao ver avó e neta em perfeita simbiose e espero que assim perdure por muitos e muitos anos. Não há nada melhor que o colinho da nossa avó...melhor, só mesmo o colinho da nossa mãe!

O sonho para mim seria estar neste momento entre as duas e por vezes ao fechar os olhos sinto tudo como se ela cá estivesse.

Esteja onde estiver envio daqui um abraço muito apertado para a minha saudosa avó, com muita, mas mesmo muita Saudade.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Maiorquinas

in revista Caras

Hoje lá tirei um bom bocado de tempo para ir aos espanhóis, entenda-se ao El Corte Ingles, para escolher mais uns sapatinhos frescos e arejados para a Bébécas.

Admito que não foi fácil; isto da época de saldos é muito giro, mas nem sempre. Porque em certas situações está tudo escolhido, não existem as coisas que queremos e é uma maçada.

Depois de calcorrear aquilo e tendo em conta que a Bébécas tem 2 pares de sapatos daqueles de menina "bem" fechados em azul escuro, um par de ténis e umas sandálias de plástico, lá acabei por lhe trazer umas "maiorquinas" todas fashion.
Confesso que aquele modelo em tamanho grande não me diz nada, mas em ponto pequeno e nas pernocas dela, ficam demais.

De notar que são em pele e custaram uma "fortuna"...como uma coisa tão pequena e que vai durar tão pouco tempo está tão inflacionada.

...talvez por serem as sandálias de Verão preferidas dos princípes Filipe e Letizia de Espanha para as suas filhotas.

Frase do Dia

Hoje estava eu a comentar com uma pessoa amiga os últimos episódios relacionados com certa criatura e sou presenteada com a seguinte analogia: "(...) falta de experiência e a sensibilidade de uma automotora da linha do Oeste".

Nunca me lembraria de tão nobre comparação, até porque acredito que a automotora, bem vistas as coisas, consegue ser mais "sensível" e bonita, no seu género.

Mas de analogia em analogia, de facto a criatura está totalmente arrasada nos mais diversos pontos de vista e observações.

Como classificariam as nossas amiguinhas agências de rating este colosso!?...muito abaixo de Lixo!

A nossa cultura volta a ficar mais pobre

Enfim, são desgraças atrás de desgraças.
E a par com muitos anónimos que lhe sucumbem diariamente, mais um vulto do nosso país não resistiu à batalha.

Faleceu Maria Lúcia Lepecki, vítima de cancro.

Uma excelente ensaísta, escritora e uma pessoa com uma cultura e uma forma de estar cada vez mais raras.

Li muitas das suas crónicas, vi muitos dos seus comentários em programas televisivos, via-a muitas vezes pelo meio dos corredores da Faculdade de Letras de Lisboa e admirava-a, sobretudo pelo nivel de topo que atingiu na cultura portuguesa, a par com a sua simplicidade.

É com pesar que também vejo partir esta grande Senhora.

sábado, 23 de julho de 2011

Amy Winehouse - Mais uma morte precoce

Foi com tristeza que acedi à notícia da morte da Amy. Uma artista muito pouco juízo.
Que pena.

Os seus excessos faziam adivinhar um fim trágico...mas é triste,tanto talento e acabar assim, tão decadente.

Uma jovem, com uma vida e uma carreira que poderia ter sido brilhante, parte aos 27 anos.

Mais um mito nestas lides do estrelato que se junta ao Jim, à Janis, ao James e a tantos outros.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Cãibras

Fiz agora um troço da A2 (a conduzir) com uma cãibra do mais doloroso que há.

Tenho que começar a fazer a dieta da água e das bananas. Vem até mim magnésio!

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Rotinas

O ritmo diário é alucinante; levantar cedo, arranjar-me, tratar da Bébécas, levá-la à avó, trabalho, depois a volta toda ao contrário, soma-se a brincadeira com a Bébécas, depois o banho, depois jantar...

Só de enumerar já estou cansada.

É uma luta diária, mas no fundo acabo por ser mãe a 100%. Sou eu que lhe defino as ementas, que confecciono todas as refeições, que trato da roupinha...vai tudo aprumadinho para a avó, e quando regressamos a casa continua a luta.

Não é fácil, há dias em que o cansaço me invade, mas olho para ela e vou buscar força física onde pensava que ela já não existia.

E somamos a isto, carregar com os seus muitos quilos até ao terceiro andar, mais as compras, o carrinho...não hei-de eu emagracer! Tudo compensa, seja com o sorriso dela, ou até com o choro birrento, apenas e só por ela tudo compensa.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

11 Anos de Curso



Faz (aliás fez) hoje precisamente 11 anos que eu obtive o meu diploma de fim de curso.
Lembro-me de como estava o dia (bem mais quente do que hoje), lembro-me do que vesti (indo simples, fui relativamente prendada e muito feminina), lembro-me para que pessoa liguei em primeiro lugar a dar a boa nova (a minhã Mãe como é óbvio)...tenho cá as memórias todas.

Foi um dia inesquecível, cairam-me algumas lágrimas no fim da defesa da tese, já com saudades do espírito académico, dos amigos que fiz, tanto na camada docente, como nos meus colegas.
Apraz-me saber que decorridos estes anos, ainda os tenho como amigos, ainda relembramos por vezes alguns episódios desse passado.

11 anos...tanto tempo. Tendo eu entrado para a Academia em 1995, tudo se passou há 16 anos, pouco menos de metade da minha idade. E por vezes parece que foi ontem, por vezes penso que poderia ter feito outras escolhas, e onde estaria e o que faria?

Valerá a pena voltar, continuar...? Continua a haver tantas coisas que gostava de aprender, mas o tempo urge e escasseia e cada vez tenho mais a noção de que na vida basta tomarmos uma pequena/mínima decisão na altura errada ou certa, para mudar todo o nosso percurso.

Talvez um dia volte, mas agora tenho claro que a minha missão está centrada no ser humano mais maravilhoso deste mundo e que precisa do meu tempo e da minha atenção.

Talvez um dia...

Tá lááááá

Agora põe a mãozita em forma de concha, como só ela sabe fazer, junto ao ouvido e diz uma coisa parecida com "tá lá"; mas só ouvido, não consigo fazer uma transcrição fonética à altura.

É demais!

terça-feira, 19 de julho de 2011

A grande questão

Antecipar ou não o subsídio de Natal?

Uma coisa é certa, de uma maneira ou de outra, não há hipótese de fugir ao tão badalado imposto extraordinário que irá recair sobre o tão ansiado subsídio, que nos financia as comprinhas de Natal e não só.

Confesso que esta medida para mim foi mais um balde de água fria, a somar à perda do abono de família e mais uma ou outra regalia que nos têm vindo a retirar.

Mas enfim, é um facto que estamos em fase de apertar o cinto, pedem-se sacrifícios a todos...mas quem sofre é sempre o mais pequenino.

A crise pode chegar a todos, mas os artigos de luxo, as casas e os carros da mesma categoria continuam a ter os seus fiéis compradores.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Cresce com tanta pressa

Que as sandálias Agatha Ruiz de la Prada que lhe comprei pelo Dia da Criança já lhe servem à justa. Vê-se um ded(ão)inho malandreco a querer sair da toca.

Round 2 - vamos lá escolher mais umas sandálias e esperar que aguentem todo o Verão!

E acerca da gasolina

Já me tinham avisado que a partir de hoje os preços iam sofrer mais um acréscimo, mas entre ouvirmos o que vai ocorrer e vermos nos escaparates das bombas que a S/chumbo 95 está a 1,629€/litro é de dar o triplo salto mortal e aterrar em cima do hemiciclo do parlamento!

Não percebo muito bem onde vamos chegar, qual é a nossa perspectiva de futuro, o que é que se pretende com esta máfia silenciosa.

A inflação regista niveis exorbitantes, as taxas Euribor sobem diariamente, a taxa de juro de referência lá vai registando subidas - quer dizer, pretende-se que os mercados se tornem mais competitivos, mas assim torna-se impossível!

Numa sociedade em que impera a classe média e que muitos que dela faziam parte vêem as suas possibilidades baixar e encontram-se numa corrida inglória para a classe média-baixa, possibilidades para comprar casa, carro, são quase inexistentes, as crianças deixam de frequentar o ATL e passam a ficar sozinhas em casa....a minha grande questão é - onde é que "isto" vai parar??

Tenho muito receio pelo que o futuro nos reserva e o meu maior receio prende-se com o facto de ter uma filha e de ter a perfeita noção de que o amanhã não será propriamente risonho.

Louboutin - Magníficos



Sem dúvida magníficos!

Tenho por vezes alguma dificuldade em encontrar os sapatos de que goste e que me fiquem bem...cada vez é mais fácil, mas nem sempre os encontro, até porque nem sempre são tão confortáveis como seria de esperar.

Há uns tempos apaixonei-me por um modelo da Geox, comprei-os, não foram de todo baratos, mas faziam-me os pés num martírio; ainda tentei usá-los algumas vezes por pouco tempo, mas não havia meio de os adequar ao meu pé...acabei por dá-los, com alguma pena...mas teve que ser. Foram bem entregues :)

Mas estes Louboutin ficaram-me no olho. Elegantes, maravilhosos.

Ficam na lista dos desejos e quem sabe um dia me aventure!

domingo, 17 de julho de 2011

Surpresas (boas) do passado

Falo de um passado não tão recente, que tem uns 4 anitos, e que me surpreendeu pela positiva.

E quando pensamos já ter "ouvido" tudo...eis que nos surpreendem...e bem.

Foi simpático, não ficámos esquecidos...e ficou muita, muita coisa.

Afinal o passado também tem coisas boas e faz-nos bem recordar e trocar memórias...

Vivamos o presente e esperemos com humildade pelo futuro!

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Eu não disse!?

A época de saldos começou hoje e para além de não estar propriamente nos meus melhores dias, talvez por ter adormecido no sofá até de madrugada, ter acordado com dores no corpo e afins...pensei, tenho que dar uma volta ao dia, não podia acabar como começou!

Hora de almoço - SHOPPING.

Primeiro perdi-me com coisas para a minha Principesa! Dois vestidos lindos com cueca igual, dois top's e 4 t-shirt's. Qualquer das coisas mais bonitas do que a outra.

...mas não sei, faltava-me um "je ne sais quoi"...passeio meio de lado pela Massimo Dutti, não resisti, entrei...quer dizer, também estava descompensada com o peso das roupas da Bébécas e tal...enfim, lá vieram umas sandálias novas.

Assim, o peso dos sacos equilibrou-me um bocadinho e fez-me sair dali com um sorriso nos lábios.

- Ah, e tal, não devias comprar tantas coisas para a bebé; deixa logo de servir!

Sim, digamos que veste as coisas umas 3/4 vezes e vão para o depósito, tendo ainda por cima em conta o ritmo exponencial de desenvolvimento que ela está a ter...mas, se eu não proporcionar estes mimos à minha filha, vou proporcioná-los a quem?

Já o fiz a quem não merecia...e o pagamento foi um par "deles" que dão a volta ao distrito de Lisboa...vale a pena?

O que vale mesmo é proporcionar a quem mais merece, aos nossos. Aos nossos filhos, aos nossos pais, irmãos e àqueles amigos que atingiram o grau acima de qualquer suspeita, que estão sempre lá, mesmo que não fisicamente.

E isso é que nos dá consolo...ver o sorriso e o ar de surpresa dessas pessoas especiais e que merecem tudo.

Ela hoje, como que percebendo abraçou-se a mim quando cheguei e não largava a minha roupa, o meu corpo, não fosse eu fugir. É o melhor do mundo esta criança!

É hoje, começam hoje!!!

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Almoço e Barcos



Na mesma semana ir a um sítio de que gosto tanto e que há anos, imagine-se anos, que não frequentava...é bom, muito bom.

Hoje foi um bifinho com molho de cogumelos e natas que estava divinal...e a paisagem, o mar, os barcos...maravilhoso.

Deu para rir e descontrair!

Tomar as rédeas



Há alturas na vida em que é imperioso fazê-lo, com ou sem sentidos figurados, com ou sem segundas intenções.

Fazermos uma grande limpeza, continuar a colocar no lixo o que é lixo, remodelar o que há para remodelar. Desde a cortina da banheira, passando por uma t-shirt deixada no refugo de uma gaveta, memórias fotográficas e provas do crime, seja o que for, tudo acaba por voltar ao seu devido lugar, de onde nunca deveria ter saído...o lixo.

Do pó vens...ao pó regressas.

Afinal

O meu fígado está a 100% e as enzimas também. Falso alarme :)

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Passeio à beira-mar

Ontem peguei na Bébécas e restante família, e toca de irmos passear à beira-mar.

Ela delirou, com o seu chapelinho novo na cabeça, pernocas e pés ao léu, refasteladíssima na sua poltrona com rodas, a admirar todas as novidades.

A tarde não estava excessivamente quente, corria uma brisa muito agradável e foi de facto uma tarde muito bem passada, sendo que a cereja no topo do bolo foi uma bela tosta no Peter, daquelas tão boas, como só ali sabem fazer.

E nos "entretantos" do passeio, uma grande gritaria, um "casal" desavindo, sendo que o elemento feminino estava ao rubro...percebemos depois o porquê - tinha acabado de apanhar o elemento masculino com outra, a curtir o fim de tarde.

Pobre rapariga, tal não terá sido a desilusão.

É dar-lhes um chuto no traseiro a eles, colocar-lhes um cinto de castidade às galdérias que se prestam a esses papéis e mandá-los com um bilhete só de ida para Mercúrio!

domingo, 10 de julho de 2011

Vá-se lá saber porquê

Hoje acordei com torcicolo!

sexta-feira, 8 de julho de 2011

"only the good die young, only the evil seems to live forever"

Iron Maiden

Gosto tanto



Mas não existem cá à venda :( É arriscado mandá-los vir de Inglaterra e depois não me ficarem bem no pé (sniffff)

PS: L.K.Bennett

Seringas e Picadelas



Hoje comecei logo bem a manhã; desde terça-feira que andava com o papel para ir fazer as análises, mas "que diabo", não me apetecia.

Não é nada que me incomode deveras, aliás, depois de ter uma filha com 4.190grs, de parto normal e forceps, aprendi a relativizar e diferenciar o que dói, do que dói mesmo.
Mas também não dou pulos de alegria sempre que vejo uma seringa, de longe.

Vamos lá ver se as enzimas se portam bem, para ver se eu não tenho que me zangar muito a sério com o meu fígado.

Não me faltava mais nada!

quarta-feira, 6 de julho de 2011

SGOT e SGPT

Só me faltava agora uma quezília com as transaminases.

Adiante!

terça-feira, 5 de julho de 2011

A festa





Foi um dia muito bem passado o dia do 1º aniversário da Bébécas e a festa foi maravilhosa, tudo perfeito.

Quando aqui há uns tempos eu estava toda empolgada a escrever um post com o título "Consegui", foi exactamente no dia em que tive todas as confirmações de que tudo ia ficar como eu tinha planeado.

Desde o local, passando pelas ementas, e o rei da festa, o Bolo...uma ideia que fui amadurecendo na cabeça, que consegui depois passar para a artista, que executou a obra de arte como eu imaginei...perdão, muito melhor do que eu imaginei.

O local foi o espaço do Chef Luis Suspiro na Ordem dos Médicos, em que não faltou o famoso bacalhau com queijo da serra e migas, rosbife martelengo, bochechas de porco preto com castanhas e molho de marmelo e canela e as fabulosas farófias com um efeito especial giríssimo...tinhamos verdadeiros mini vulcões à nossa frente e a Bébécas boquiaberta no meio de tanta "fumarada".

As entradas óptimas, o vinho óptimo, o serviço excelente, todos nós em volta do ser maravilhoso que é esta pequena bebé e que tantas alegrias me tem dado.
Consegui celebrar a vida, desmanchei-me a chorar quando vi o bolo, quando cantámos os parabéns, mas de alegria, felicidade, por estar junto daqueles que amo e que me amam a mim e à minha filha e pensar que há um ano atrás estávamos aa duas sós naquela maternidade e eu parada a contemplá-la, cheia de dores, ela majestosa e eu pensava..."e agora?".

E afinal o agora está a ser tão bom.

Foi um dia em que tentei proporcionar-lhe tudo, a minha atenção, o meu amor, a minha disponibilidade, o meu carinho.
Passeámos, abrimos os presentes da família, da avó, da tia, dos amigos...o honey como que a adivinhar que ia ser um dia em cheio já lhe tinha dado o presente no sábado e eu, achei por bem não baralhar mais a cabecinha dela, e optei por lhe dar apenas os "meus" presentes hoje, com toda a calma e tranquilidade.

Delirou com tudo e mais alguma coisa, teve coisas tão díspares, mas tão didáticas e interessantes; e assim vai construindo também o seu pequeno espólio, as suas coisinhas, o mundo dela.

E já tem um ano a minha petiz. Felicidades para a minha linda filhota.

1



domingo, 3 de julho de 2011

A Bébécas hoje teve um mau dia

E não estou a exagerar; desde que nasceu foi sem dúvida o dia em que se portou pior. Estou esgotada.

Acordou de madrugada, cerca das duas e qualquer coisa e desde aí, foi sempre sempre uma birra constante.

Chorava não se sabe porquê, reclamava não se sabe bem de quê; só queria colinho. Se eu fazia o mínimo jeito que a ia sentar, ou pôr na caminha...tinhamos berreiro.

Agarrava-se a mim de uma forma como se não houvesse amanhã. Quer dizer, eu gosto de sentir esta exclusividade, mas a Bébécas hoje exagerou.

Até para jantar ela estava irritadiça - será que estava apenas em modo de pré-excitação como que a antever o dia de festa que a espera amanhã?

Bem, só espero que esteja mais bem disposta e que aproveite todas as surpresas que eu lhe preparei e a festa, pois vamos estar todos em torno dela para festejar a sua presença nas nossas vidas.

...e há precisamente um ano atrás, depois de cerca de 19 horas com contracções de 15 em 15 minutos, passaram num piscar de olhos para um ritmo de 5 em 5 minutos e pouco passava desta hora quando rumei à MAC...e lá fiquei, em trabalho de parto.

sábado, 2 de julho de 2011

O Honey perdeu a cabeça!



E para além de ter oferecido já hoje a prenda de anos à Bébécas, ofereceu à mãe, ou seja a mim, este lindo vestido.

Adorei as surpresas!

E a esta hora há um ano atrás

À hora de almoço tive uma perda de sangue ligeira...e aí sim, comecei a aperceber-me que estava para breve.

Passei um dia como todos os outros, e ao final da tarde fui andar para a praia, andar, andar, com um grande barrigão. Ainda me recordo que vieram pessoas ao meu encontro pedir para fazer uma festinha e perguntar se era uma menina; é um mito de facto, mas fiz uma barriga redondíssima!

E andei, andei, na calçada, na areia, à beira-mar, as pernas pesadas e inchadas e ainda me ri, pois no regresso estando eu de costas e passam uns jovens inconscitentes num carro e buzinam e dizem aqueles piropos...quando me virei e viram o tamanho da barriga...oups! Não era um bom negócio.

E a família aumentou

Nasceu hoje mais uma priminha. É a Catarina e pesa 2800grs.
Mais um bocadinho e nascia no dia da Bébécas!

sexta-feira, 1 de julho de 2011

E o CTG indicava

Actividade uterina com alguma intensidade, mas nada de sinais de trabalho de parto. O prognóstico continuava a ser a indução e a Bébécas a nascer no dia 07/07/10...