sábado, 31 de março de 2018

Esta Meghan é cá das minhas, até usa o mesmo corrector de olheiras que eu

A futura princesa sabe umas coisas ;)

http://activa.sapo.pt/saude-e-beleza/2018-03-31-Os-produtos-de-beleza-preferidos-de-Meghan-Markle-sao-surpreendentemente-acessiveis


É daquelas frases feitas, mas tão verdadeira


Tratamentos diários da pele

Todo o ser humano tem pontos melhores e mais aprazíveis do que outros; eu não posso dizer que tenha uma má pele, mas confesso que sou muitas vezes a sua pior inimiga.

Não bebo a quantidade diária de água que deveria, "esqueço-me" diversas vezes de fazer os tratamentos diurnos e nocturnos diários necessários e claro, com a continuidade da actividade criminosa, começo a sentir a minha pele a repuxar, sem brilho.

Basta, acabou. Custe o que custar passou a ser outra das resoluções do ano. Os anos não perdoam, e embora os 40 tenham vindo sem aparentar, a tendência não se manterá para sempre, e tal como o James Dean, quero ter um cadáver bonito :)

A linha de limpeza e hidratação primária tem sido da Mary Kay e não desgosto, se bem que o meu maquilhador da Dior torça o nariz, mas também tem que defender a marca dele. Mas se me diz que a minha pele está boa, os produtos da Mary Kay não são assim maus e de facto bem mais acessíveis que a linha Dior.

Mas no que toca a séruns, bases, iluminadores, máscaras, correctores, etc., sou fiel à minha Dior e nalguns pós da Sisley. O facto é que em 2/3 dias, a minha pele está outra e de facto, a verdade é que perco nem 10 minutos, portanto não posso deixar que a preguiça prejudique a minha rica pele.

sexta-feira, 30 de março de 2018

Hoje babei claro, na montra da Boutique dos Relógios Plus

Com vários espécimes do Ballon Bleu da Cartier ali a olharem para mim.

Ai ai, para sonhar por enquanto nem retemos na fonte, nem pagamos imposto.

Já estão outras


Hoje no hipermercado, até pensei que estava a ver mal

Então o Jumbo também já vende ténis New Balance!?

Unplugged

Oficialmente de férias...eu não disse que precisava de mudar de onda!?


quinta-feira, 29 de março de 2018

O estado lastimável das minhas sobrancelhas

Nunca me deixei chegar a este estado. Quase 2 meses sem os cuidados da Wink? Devo estar drogada, só pode. Nada que não vá ficar resolvido amanhã...porque eu mereço!


Oasis - Wonderwall

Os meus belos tempos de Oasis. O que eu vibrava com isto :)

A Paixão de Cristo aos olhos de uma criança

"Mamã, amanhã Jesus morreu. Mas depois, no Domingo ressuscitou!"

O que é ressuscitar, perguntei eu.

"É sair."

Sair de onde?

"Sair da Cruz, nãs sabes!?"

Notas do 2º Período fresquinhas no Inovar

Bom - 5
Muito Bom - 3
Suficiente - 1 (Educação Física, what else!?) - diz a professora que poderia ter sido melhor se não fosse tão distraída e conversadora, o que é que eu lhe vou fazer!?

Foi excelente, sendo que a apreciação detalhada me parece muito boa de um modo geral.

É caso para dizer, "minha rica filha!"

quarta-feira, 28 de março de 2018

Sensação boa

Esta de amanhã ali perto das 6 da tarde entrar de férias por uns bons dias. Preciso de descansar, de estar com os meus, com aqueles a quem não tenho dada a atenção que deveria, parece mórbido mas é acima de tudo transcendental - preciso de estar com os meus mortos, preciso de ir ao cemitério, embora saiba que eles não estão lá. Preciso de estar com os que me  fazem sentir bem, com os que me fazem rir, com os que me amam à sua maneira mais ou menos carnal, preciso descontrair, preciso voltar ao sorriso de há uns meses atrás, brincar com a miúda, pular, saltar, preciso de sol, preciso fazer a minha fotossíntese, ir a sítios giros, desligar do mau e conectar-me ao bom.

É, eu mereço, cada vez mais :)

A minha já está, com muito menos €€€ a receber, vá lá saber-se porquê


Acerca do "Surto" de Sarampo

Não percebi se já se trata mesmo de surto, ou não, seja como for, é algo que nos coloca relativamente em sobressalto; não por mim, que já vivi mais de metade da vida e o tempo que me resta já não será por aí além, mas pela minha criança.

A criança está vacinadíssima, a mãe também, mas o facto é que nunca nenhuma de nós teve a doença. Sabemos que a vacinação previve, mas não é uma condição sine qua non para não se desenvolver a doença, mas também sabemos que, a desenvolver-se, atinge-nos com um impacto bem mais leve, ou quase indetectável.

Mas de facto, quando temos miúdos, parece que temos um segundo coração a bater fora do corpo, que chega a sobressaltar-nos mais do que o nosso próprio.

Vamos lá ver se isto passa, porque aquela miúda é tudo para mim e não concebo a ideia de a ver sofrer. Compreendo que qualquer pai/mãe sentirá o mesmo, mas de facto aquela miúda, com todo o seu mau feitio, teimosias, birras e afins, é o meu maior tesouro.

Pré-Tratamento HIV

Já tinha ouvido falar nisto, e finalmente uma luz ao fundo do túnel para muitos que podem ser apanhados na curva, sem qualquer culpa.

Para quem  já não é tarde demais é das melhores notícias que se pode partilhar:

https://www.publico.pt/2018/03/28/sociedade/noticia/medicamento-que-previne-vih-disponivel-para-100-pessoas-1808236

O triste é que continuem a ser apanhadas pessoas nas malhas desta doença que, não têm qualquer culpa, que não tiveram o direito de optar, que não obtiveram a informação prévia necessária para se poderem proteger verdadeiramente.

É triste o mundo em que vivemos.

A AT abriu as portas

Já está disponível para submissão a declaração de IRS 2017 - já tenho planos para o serão, com a crença de que vou receber um bom bocado a menos do que recebi no ano passado, o que é pena....mas enfim. Odeio Pobre!

E mais de uma década depois

Vou rever uma pessoa que, nos meus primórdios profissionais foi meu Manager, abraçou novos desafios, mas nunca perdemos o contacto, e finalmente proporcionou-se o tão desejado reencontro para ambos.

Claro que seria mais fácil se vivessemos no mesmo país, mas as multinacionais têm destas coisas. As nossas chefias por norma estão do outro lado, o que foi o caso.

Mas não me esqueço de todo o suporte que me deu quando eu era pouco mais do que uma jovenzita idealista, dos recantos de Madrid que conheci com ele, dos almoços e jantares, dos desabafos, dos ensinamentos e da relação tão próxima que sempre tivemos.

Venha de lá aquele abraço que, em época de Semana Santa ainda tem mais significado para mim.

Mas eu pensava que não podia piorar

Mas já devias saber BE que ou cortas o mal pela raiz, ou vai piorar:

Portanto o cachorro vai literalmente "cagando e andando"!

A tentar inspirar-me para o presente que lhe quero comprar pelas boas notas, pelo esforço e por ter encarrilado com distinção na Matemática

Deparo-me com este disfarce de unicórnio que acredito fosse bem apreciado....mas é aterrador. Cruzar-me com ela juntamente com o disfarce, não ia correr bem.


terça-feira, 27 de março de 2018

Paulo Gonzo - So Do I

Oh não

Uma miúda de 7 anos a discutir com um gato!? Mas não me faltava mais nada hoje?

E a chorar porque ele lhe deu uma patada, após mais uma maldade dela??

E agora está a chamá-lo outra vez!?

Internem-me. Os Deuses estão mesmo loucos.

23º às 6 da tarde em Lisboa!? Foi a loucura.


Athanasios - Estamos sempre a aprender

Quis safar-me de uma reunião, mais uma vez com os meus amigos gregos, mas não tive hipótese. Tive que atrasar outra acção, mas até foi produtivo.

O facto de ser uma reunião em que estávamos só os 2, facilitou a coisa, e dei comigo a ter uma conversa em que houve tempo para uma ou outra banalidade, e até bastantes demonstrações de simpatia de um grego, o que culturalmente não é normal.

Acabou de ganhar uma fã e vice-versa, creio.

Bom, mas às tantas discutiamos nós as capacidades de um candidato de seu nome "Athanasios", ao que o meu colega me explicou que, como eles, os gregos, têm por norma nomes nuito compridos, o mais usual é utilizarmos os diminutivos, e neste caso, quando me dirigir ao dito senhor, posso tratá-lo por "Nasos" sem problema.

Achei uma delícia e já  aprendi uma coisa nova; pensei que se aplicava aos "Nikolaos", porque de facto os trato por "Nikos", mas afinal trata-se de algo usual e até aconselhável.

Bom, falámos de outras coisas, mas isso fica para um próximo post. Afinal os gregos até são uns tipos porreiros quando querem.

Uma coisa é certa e unânime

E aqui fica o devido registo para a posteridade. Os comissários de bordo da TAP estão a passar a perna às meninas que, na sua maioria também não estão nada mal apessoadas.

Mas eles....oh meu Deus, escolhidos a dedo. Uma pessoa até equaciona uma má disposição momentânea para lhes roubar um bocadinho de atenção :)

Giros que até faz confusão.

Trocar emails de trabalho a esta hora com um colega grego...

Já pode ser considerado adicção, ou não!?

Devo estar a ficar doente, só pode. Enfim, é por uma boa causa, responsabilidades acima de tudo.

segunda-feira, 26 de março de 2018

Hoje sinto um frio absurdo

Mas parece que é mal geral, pelo menos para quem está a partilhar o mesmo espaço que eu. O dia nem está feio e o mar está mesmo ali ao lado, mas faz frio :(

São raras, mas existem por aí pessoas sábias

Confesso que cada vez sinto mais curiosidade em saber quem é/são os administradores de uma página do Facebook que sigo há uns meses. É impressionante como o que partilham assenta quase sempre que nem uma luva, facto que hoje, confirma a regra:

As pessoas não prestam de um modo geral, e são de facto poucas as que conseguem fazer a diferença. Nota-se sobretudo que há uma clara tentativa em se mostrar o que não se é, em se debitar cá para fora ensinamentos que se vão buscar à literatura e à forma poética em como devemos respeitar-nos e sermos melhores a cada dia, mas ao primeiro passo em falso, qual peça de teatro, cai a máscara e os algozes revelam-se, de uma forma muito pior do que seria de imaginar.

É um mundo triste de facto, mas mais triste é ter que se privar de perto com esta tristeza....e continuar o nosso caminho, a sorrir.

domingo, 25 de março de 2018

Uma coisa é certa, tenho que pegar na miúda e ir de férias algures por aí

Embora este ano me tenha deparado com uma série de extras que inviabilizam a escolha por destinos menos econónmicos, a verdade é que, após um ano de trabalho, de coisas boas e menos boas e de uma extrema necessidade de aproveitar a vida enquanto cá estou, a algum sítio eu irei.

Mas ao mesmo tempo que me apetece sol e calor, também me apetece algo mais citadino - a miúda alinha em tudo, na verdade quer é entrar num avião e ir passear.

Veremos. Se há um ano atrás tinha tudo definido, por enquanto ainda estamos em fase de idealizar o que poderá acontecer. No mínimo Madrid com alguns amigos, no máximo, bom, o céu será o limite.

Já diz o ditado "Não faças aos outros, o que não queres que te façam a ti!


E aí, são sempre as vítimas, nós é que estamos mal....and so on, and so on. Não há de facto pachorra para a maldade humana e para mentes manipuladoras.

Por vezes acontecem coisas nas nossas vidas que, de tão inesperadas, nos fazem pensar em termos mais existenciais

Ao mesmo tempo que me vi a braços com uma situação desagradável e com contornos que roçam uma gravidade extrema, e da qual, não tenho de facto culpa nenhuma, aconteceu-me algo tão bom, e confesso que totalmente inesperado.

Existem de facto seres humanos incríveis, e que grata e babada que estou. Começo a acreditar que nada acontece por acaso.


Necessidade aguçada de saber

Hoje fomos dar uma volta até ao Oeste, mais precisamente a Torres Vedras, mas a verdade é que este frio continua bastante desagradável.

Chegadas a casa quis brincar, ver filmes mas, no fim da jornada lúdica disse-me assim:

"Mamã, amanhã quero estudar e fazer os trabalhos"

Pumba, pensei eu. Se há duas semanas atrás eu andava a desesperar e a vociferar com as faltas de atenção a Português e Matemática, as notas que recebeu acima dos 85%  a tudo parece que lhe deram um estímulo adicional.

És Grande Miúda!

sexta-feira, 23 de março de 2018

Não que me esqueça, já é quase uma vida

Mas a verdade é que a efeméride este ano me passou um bocado ao lado.

Pois que com tantas mensagens de parabéns que tenho recebido via Linkedin, embora já com 20 dias de atraso aqui deixo para mim própria uma mensagem, não propriamente de Parabéns, mas pelo facto de terem sido 16 anos de aprendizagem nesta empresa, a passagem por uma série de processos, novas práticas, transição de sistemas ao longo dos anos, e o cultivo de relações profissionais e nalguns casos pessoais, que vão perdurando ao longo destes anos.

A idade é outra, não passava de uma jovem na casa dos 20 anos, 24 para ser mais precisa, e num piscar de olhos cheguei aos 40, apaixonei-me uma ou outra vez, desapaixonei-me outras tantas, fui mãe, e todas estas vivências me fizeram ser o que sou hoje, os princípios e valores semelhantes, mais refinados, pois a idade permite-nos não temer certos aspectos, e sermos por outro lado mais flexíveis noutros - bom, tem dias.

Ah, e cabelos brancos que já começam a povoar a minha rica cabeça.

O mesmo sorriso, o brilho no olhar foi-se perdendo, alguns sonhos, decerto nada comparados nem na sua natureza nem na sua quantidade aos de há 16 anos atrás.

Uma coisa é certa; outros 16 não se repetirão, mas o futuro, a Deus pertence.

quinta-feira, 22 de março de 2018

Isto promete

"Mãe, eu conheço um peixe que está na água, mas também voa, assim, perto da água."

Ai sim, e que peixe é esse? - perguntei.

"É o peixe-libelinha acho eu."

E assim surge uma nova espécie no reino animal.

Considerações acerca da traição; acrescentaria uma coisa ou outra, mas é por aí...

https://observador.pt/opiniao/antes-de-trair-alguem-leia-isso/

E uma lição: nunca acreditar em quem diz que nunca trairá, ou que já traiu e não voltará a fazê-lo. Não há necessidade para se dizer certas coisas e quando essa necessidade advém, infelizmente quer dizer-se exactamente o oposto.

Semana de contrastes....

Quando até do outro lado do mundo recebemos algo assim:

"I am always available for you J"

Quando pessoas que não vemos há anos, mas nas quais deixámos marcas positivas, decidem vir a Portugal passar a Semana Santa e perder algum do seu tempo connosco, porque nos consideram especiais, quando de quem menos esperamos porque está lá num patamar muito superior em termos de arte e cultura nos quer sorver as palavras...quer dizer alguma coisa.

Tem sido uma semana cheia de contrastes, mas as coisas boas têm-se sobreposto sem dúvida às coisas menos boas.


E nos seus momentos de humildade

Lá lhe disse que estava muito feliz por ela e que lhe ia oferecer um belo presente, por forma a que se lembre que a mamã ficou muito feliz com os bons resultados e o esforço dos últimos dias.

A pergunta dela:

"Vais comprar-me o ovo gigante da Kinder?"

Tão querida...

quarta-feira, 21 de março de 2018

Está empenhada na tabuada do 3

Muito embora já lhe tenha dito que hoje não é preciso estudar.

Força miúda, sempre a surpreender-me!

Orgulho na minha cria

Não foi um 2º período fácil, houve castigos, choros, perdas de paciência da minha parte, muita falta de atenção da parte dela, mas o resultado final valeu a pena.

E como eu, enquanto mãe, precisava que ela me reservasse uma surpresa destas. Obrigada Filha!


terça-feira, 20 de março de 2018

Esta moda de dar más notícias às pessoas por mensagem escrita é de uma crueldade extrema

Crueldade, falta de respeito e educação. Como é que uma pessoa se sente ao ter que lidar com certas "novidades" de forma tão inesperada e crua!?


Ela chegou, embora esteja um frio desgraçado

E espero honestamente que leve para longe a tormenta.


A febre das cartas do Pingo Doce começou há 1 semana

E aqui em casa a caderneta já está composta; a mãe, passou a ir à cadeia da Jerónimo Martins que por acaso deixou de ser supermercado de escolha desde a fatídica medida de apenas aceitarem pagamentos inferiores a 20€ em dinheiro. Caiu-me mal, deixei lá ir.

Nada de radicalismos, mas se até era supermercado ao qual costumava ir, até por ter um no mesmo recinto do meu escritório, deixou de ser na maioria dos casos uma opção.

As anteriores colecções foram completas à "boleia" dos amigos dela e das amigas da mãe, que de entre todos os repetidos, lhe patrocinaram a quase totalidade das colecções.

Desta vez a mãe esforçou-se e logo no primeiro dia foi às compras, trouxe caderneta e tudo e tudo e tudo.

Hoje, chego ao escritório e tenho uma pilha de cartas novas! Eu esforcei-me, mas as minhas colegas também continuam a ser umas queridas.


segunda-feira, 19 de março de 2018

"Boas" Notícias

Que bom que é ir ao site das Finanças consultar uma informação e sair-nos este alerta:

Como a curiosidade matou o gato, bora lá ver o que nos querem dizer, longe de me lembrar do que aí vinha:


Juro pelo que há de mais sagrado que levei uma facada no coração, porque estava longe desta "boa" notícia. A verdade é que há uns tempos que não me lembrava que estávamos em plena fase de IMI, esse imposto maravilha que leva uma generosa fatia do orçamento familiar!

quinta-feira, 8 de março de 2018

E depois vêm uns queridos de New Orleans

Que nos trazem um miminho por se terem lembrado de nós.


quarta-feira, 7 de março de 2018

A piada que eu lhe acho

"Mamã, os mamutes também já estão instintos! Eram parecidos com os elefantes, só que tinham pêlo e presas maiores"

Tendo sido isto dito hoje ao acordar e dado o facto de ter ficado estupefacta com o tema, não abordei o tema das "presas", mas logo lhe pergunto o que são as tais presas dos mamutes ;)

segunda-feira, 5 de março de 2018

Cheira-me a mais um sucesso da Disney

Só esta imagem, vale mais que mil palavras...que fofura!




quinta-feira, 1 de março de 2018

A falta que a chuva nos faz, embora nos cause alguns transtornos

Depois do ano anterior, em que a tragédia dos incêndios atingiu niveis exponenciais, a chuva é mais do que necessária e bem vinda; estamos em seca, e não é com meia dúzia de metros cúbicos de água que vamos repor as nossas reservas.

Mas o facto é que instala algum caos - acidentes na estrada, carros avariados, cheias, derrocadas, subida do caudal dos rios, levarmos com o que causam as sarjetas entupidas...ter roupa na corda em perfeito reboliço desde o Domingo passado e continuar sem previsão de quando é que a consigo apanhar seca :(