terça-feira, 24 de abril de 2018

Hoje está outra vez em dia não

Birra e com tiques de má educação. Eu ainda atordoada com tanta coisa que tive para tratar. Pedi-lhe 10 minutos de paz, deita-se no chão e faz de conta que chora.

Amanhã vou ter que a segurar um dia inteiro fehada em casa, pois vou ter que trabalhar. A continuar assim vai ser épico.

Quando chegamos a uma certa faixa etária, de facto os papéis entre pais e filhos sofrem uma inversão

Nunca tinha pensado muito nisso, caramba, ainda sou uma pessoa nova, é óbvio que se estou com a minha mãe, tendo ela 64 anos e estando carregada, tento retirar-lhe os maiores pesos, etc., mas creio que foi sempre assim, é a mãe pronto, não é uma questão de idade ou incapacidade.

No que eu nunca tinha pensado é que este tipo de preocupação nos pode ser inata, senão vejamos; eu ter feito um furo novo na minha orelha foi motivo de êxtase na classe infantil de lá de casa. E então tal como eu fiz com ela, quando ela furou as orelhas, qie foi desinfectar diariamente, rodar os brincos, etc., faz-me ela agora a mim.

Com todo o cuidado e meiguice, as suas mãos pequenas e delicadas, muito receio de me magoar e lá vem ela tratar da mãe. Acho delicioso.

Se me vê doente é o drama de "não quero que tu morras mamã" e os meus aniversários também já se começaram a transformar numa dualidade de emoções - por um lado quer uma boa festa, por outro percebeu que a cada ano que faço envelheço, e consequentemente a morte estará mais perto, portanto, já me foi dizendo que não quer que eu faça mais anos, porque assim, não morro nunca.

Não me lembro se tive estes medos com a idade dela, aliás, para mim, por exemplo a minha avó não iria morrer nunca, e mesmo aos 20 anos, quando ela partiu, a minha crença era a mesma. A avó, não morre, vai-se safar uma e outra vez, não por mais nada, apenas porque era a minha querida avó.

Atenção que atendendo à média dos últimos dias, devo estar possuída

Comi meio pequeno almoço; guardei metade, que por norma ou não como, ou como quando acordo de madrugada, isto porque ao jantar tenho comido fruta, não me apetece muito mais.

Hoje almocei sozinha, o que é raríssimo, portanto, estando sozinha ALMOCEI, e vou comer agora a metade sobrante do meu pequeno almoço.

É a loucura, o meu estômago vai dilatar a comer desta maneira. O PT que se cuide, porque se começo a comer desta maneira, já não vai achar piada quando me vir de leggings.

Ahahah.

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Pára tudo, que do nada o mistério da Mona Lisa foi desvendado

Isto saiu assim completamente a despropósito, estava eu a vesti-la em pleno balneário da natação.

"Mamã, o Leonardo na Vinci já foi para o céu?"

Já filha, há muitos anos. Mas sabes quem foi esse senhor?

"Sei sei, era um cantor, ai desculpa, era um pintor e foi ele que pintou a Mona Lisa. Sabes que a Mona Lisa era avó dele mamã?"

Mas como é que nunca ninguém se lembrou desta pérola? Era avó dele!!! Duhhhhhh!

Eu e a minha mania de ser certinha e cumprir prazos etc. e tal

Acabei de marcar a revisão dos 30.000 kms do meu carro, faltando ainda cerca de 800 para os alcançar, mas atenção que marquei para 01 de Junho, altura em que já devo ter ultrapassado ligeiramente a fasquia.

Acho que herdei esta vertente de tratar das coisas nos prazos, pagar as contas quando têm que ser pagas, não dever nada a ninguém, porque se devo, nem que seja por umas horas, apodera-se de mim uma urticária aguda, da minha avó e consequentemente da minha mãe.

Acho que no meu obituário, caso eu não enlouqueça atá lá, deve existir qualquer coisa do género "foi uma pessoa muito honesta com as suas contas e cumpridora com as suas obrigações legais". Não sei ainda em qual dos Infernos de Dante ficarei, mas essa escalada está ganha.

domingo, 22 de abril de 2018

Aquele sentimento de que uma semana que prometia ser mais curta, não vai sê-lo :(

Cabe-me a mim trabalhar este feriado, tem que ser e estou cá com uma vontadinha....

A pequena chega, vê o 2º furo na orelha da mãe e....

chora. "Mamã, também quero fazer como tu, buááááááááááááá!"

Lá lhe expliquei que a mamã é crescida, tem muito mais anos do que ela e que só agora é que o fez e que um dia, quando for crescida e puder decidir por ela, que o poderá fazer se assim o entender.

Parece que ficou percebido.