terça-feira, 7 de agosto de 2012

Crime VS Punição

Concordo plenamente que face a um crime, quem o comete tenha que lidar com a punição que lhe está destinada.

Dependendo do tipo de crime, pode ir da simples admoestação, até à pena de prisão...isto no nosso Estado e de acordo com os nossos Códigos Penal e de Processo Penal.

Ontem ouvi uma notícia, que não deixa de ter a sua ironia...um indivíduo creio que português roubou um gelado em Inglaterra, incorreu numa pena de prisão de 16 meses e corre o risco de ser deportado.

Comentário de quem é muito condescendente: ah...e tal....um gelado....16 meses....um gelado não é nada...

Eu não creio que seja bem assim; em primeiro lugar quem rouba 1, rouba 1 cento. Tanto se é ladrão por se roubar uma garrafa de vinho carrascão, como por se roubar um banco.

E aqui estou a utilizar apenas uma linguagem de senso comum e não jurírida, pois a tipificação de crimes como roubo, furto, assalto, subtracção é completamente distinta e mais gravosa nuns casos do que noutros.

Portanto se o sistema penal em Inglaterra pressupõe esse tipo de sanção...que assim seja; roubou, tem que pagar pelo que fez. Acharia mais sórdido se o indivíduo em causa tivesse roubado um pão, ou carne para comer; agora um gelado, serve mais para puro deleite do que para matar a fome.

Quem rouba uma vez, rouba sempre; começa por um gelado, amanhã passa por uma carteira e sabe-se lá o que virá a seguir.

...e sem dúvida que, embora qualquer crime de roubo/furto "mereça" a sua punição, pois todos os comportamentos de desvio deverão ser passíveis de correcção, há roubos que podem ter uma atenuante, e aí sinceramente apenas incluo os que estão ligados à fome e a esse tipo de miséria...alvo de "castigo" mas perdoáveis.
Não incluo nessa categoria o gelado, refrigerantes, tabaco....e por aí fora - lamento!

4 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

A única coisa que contesto é a parcialidade da justiça. O Vale e Azevedo está há anos em Inglaterra a engonhar o sistema judicial e não há meio de o extraditarem para cumprir uma pena por crimes que cometeu. Esse desgraçado rouba um gelado (acto condenável) e é deportado? Parece-me excessivo...

Brown Eyes disse...

Sem dúvida, estou plenamente de acordo contigo...mas é tal como dizes, o que roubou o gelado é um desgraçado, o Vale e Azevedo é o verdadeiro gangster...talvez as vigarices que tenha cometido em solo britânico ainda estejam abafadas por um qualquer interesse maior que ainda não percebi bem qual é.

Anónimo disse...

Ora bolas, mais um ladrão de gelados aqui para o nosso país, logo agora que nos tínhamos livrado dele. Estou totalmente de acordo contigo. Por cá reina uma descontracção que não se entende: ora lê esta história: http://a-garota-de-ipanema.blogspot.pt/2012/08/das-historias-surreais.html

Anónimo disse...

Ora bolas, mais um ladrão de gelados aqui para o nosso país, logo agora que nos tínhamos livrado dele. Estou totalmente de acordo contigo. Por cá reina uma descontracção que não se entende: ora lê esta história: http://a-garota-de-ipanema.blogspot.pt/2012/08/das-historias-surreais.html