terça-feira, 28 de agosto de 2012

A noite passada fui totalmente consumida pela mosquitagem; sei que o meu sangue tem uma certa tendência para ser sugado por esses seres maléficos, mas foi demais.

Eu já me coçava por todos os lados, vociferava, blasfemava, punha-me a tentar dar-lhes um correctivo, depois pensava em atacar o Fenistil e entre isto e aquilo pelos meus ouvidos passavam eles, bzzzzzz, bzzzzzz....ai que raiva.

Eu não estava ao ar livre, logo não achei necessário pôr repelente. Mas just in case esta noite se calhar aposto na alternativa....bom grado não atacaram a minha bebé, nestas e em muitas outras coisas, confesso que prefiro sofrer eu, do que ela.

Sem comentários: