domingo, 19 de agosto de 2012

...é que não tem mesmo limites

Um adulto com a mudo, (h)omem sem o devido h, e com falta de inteligência é o pior que se pode encontrar ao virar de uma esquina; se juntarmos a isto quem goste de roubar um brinquedo de uma criança...temos o prato completo.

O cidadão está com a criança que se fazia acompanhar exactamente pelo boneco com o qual se estava a identificar mais neste momento, por ser bebé, por ter uma cadeirinha igual á dela, as fraldas, as cuecas, o bacio...enfim...o bebé dela.

O cidadão muda de poiso, sabe que a criança deixou o bebé naquele sítio, mas esteve-se a "cagar", passo a expressão. Vira-se com o ar mais inqualificável que Deus lhe deu, ahhhh....o bonequinho dela ficou aliiiiii.....
Pois, ficou......e alguém o levou!

Sem palavras para ambos os actos, não há condições.

Sem comentários: