terça-feira, 6 de agosto de 2019

Wedding Cake

Quis o destino que eu ficasse para tia, mas confesso que antes solteira do que viúva, ahahah. Agora a sério, como qualquer mulher, tive os meus momentos em que pensava num casamento de sonho, reunir as pessoas mais importantes e queridas, um belo vestido, um belo penteado, uma bela maquilhagem, poucas fotos porque para isso não tenho pachorra - mas a parte da festa bonita, para recordar para sempre, haja papel assinado ou não, teve o seu encanto para mim em tempos idos.

Tive em tempos a pessoa com quem tive o impulso para dar o passo, e o curioso é que a nossa visão de festa de arromba era muito semelhante. Uma coisa mais para o restrito, termos mesmo as pessoas mais importantes e nunca os primos de 4º grau e tios da vizinha do avô, uma cerimónia com toques campestres a lembrar a Provence, nada de damas de honor pirosas vestidas de igual - nisso estávamos de acordo, como também estivemos de acordo ao ponto de termos uma filha e deixámos de estar de acordo de todo, e honestamente não mais me passaram pela cabeça esses devaneios, talvez também porque os contos de fadas estão longe de ser reais e cada vez mais tenho a certeza que para castings amorosos eu não tenho a menor vocação.

Mas tragédias romanas à parte, ainda falta o bolo. E de tantos casamentos a que já assisti, tantas fotografias de bolos, tantas partilhas, nunca tinha visto um bolo que achasse que era aquilo - pensei a seu tempo em como gostaria que fosse, caso ocorresse, mas o bolo era sempre o calcanhar de Aquiles.

Até ver este feito pela minha querida Catarina Cerqueira @Mycakestore. Era isto, um misto de cor, abstracto, mas olho para ele e sinto qualquer coisa que me faz sorrir, transmite criatividade, uma certa alegria...seria qualquer coisa assim, o meu bolo dos noivos.


Sem comentários: