domingo, 1 de abril de 2012

Depois do tédio do costume, hoje só me faltava ter à frente do meu carro uma carrinha de caixa aberta com uma criatura vestida com aquela côr tipo "Senhor dos Passos", uma coroa de espinhos na cabeça e a dita da cruz lá ao lado.

Era J. Cristo no andor a caminho da Igreja!

Oh Valha-me Deus!

Muito têm a mania de conservar o Senhor crucificado, quando ele saiu de lá daqui a nada há 2 mil anos; mas que mania de perpetuarem a imagem do sofrimento. Deixem de O ter agarrado à cruz!

Sem comentários: