quinta-feira, 20 de março de 2014

Parece que herdou o gosto pelas letras

Vai escrevendo palavrinhas aqui e ali, impera sempre o nome dela, mas já me presenteou com mais duas; qualquer papel que apanhe, começa a escrever e vai aperfeiçoando a primitiva caligrafia.

Se sinto orgulho, sinto, so what!? Tem sido um trabalho enriquecedor mas muito cansativo e quando criamos os nossos filhos sozinhas temos sempre aquele peso de que, qualquer falha nos vai ser imputada.

Bullshit! Em igualdade de circunstâncias até concordo, agora com uma discrepância de 95% para 5%, era o que faltava...

A avaliação dela encheu-me de orgulho também; não sou nada destas coisas de testes de QI, nem nada...quanto menos se mexer, melhor, mas parece que a miúda tem características acima da média para a idade dela...é verdade, eu exigo um bocado dela em termos de raciocínio, de lógica, de perfeccionismo...talvez tenha que abrandar...mas ela absorve, apreende e dá-me gozo que ela me dê luta, pergunte, argumente e questione...respondo, nunca a deixo sem resposta.

Por outro lado receio...estes miúdos por vezes quando têm que prestar as verdadeiras provas na escola, perdem o interesse...e confesso que seria/será para mim complicado gerir algum mau resultado escolar...porque ela tem cérebro e o cérebro dela funciona...bem demais para a idade dela.

A parte psicomotora também teve um desenvolvimento exponencial; o facto de ter começado a andar aos 16 meses por ser muito alta e ter medo de cair, fez com que mantivesse algumas reservas até mais tarde; agora...se preciso for, trepa às árvores, faz escalada de uma forma muito mais destemida do que eu, salta obstáculos, sobe aos espaldares e eu tenho que manter os olhos bem abertos porque não tem medo de nada.

Minto, tem, tem medo de homens desconhecidos, desconfia de simpatias em demasia e receia aranhas - aracnofobia pura; sai à tia. Curiosamente um animal que eu não receio; mas ela, vê aranhas onde não existem e não gosta de cobras porque fazem sssssssssssssssssss.

Sim, ok, estou babada com os últimos desenvolvimentos da miúda, têm sido quase 4 anos de trabalho árduo, dedicação, amor, empenho e os resultados não podiam ser melhores.

....até podiam, tem um péssimo feitio quando as coisas não lhe correm de feição, mas também não fica à espera que resolvam os problemas dela por ela...leva jeito essa miúda.

Sem comentários: