terça-feira, 19 de março de 2019

Hoje é dia do José (o meu) que também é Santo(s)...mas só de nome :)

Dia de S. José, Dia do Pai ou como lhe queiram chamar. Para mim é e será sempre o dia daquele pai, que não era meu, mas que também me escolheu para uma jornada de vida. E os 3 filhos dele que me desculpem, mas eu também sou dele e ele é meu.

Não me canso de lhe agradecer por ter estado lá para mim desde os meus 7/8 anos e continuar até hoje, mesmo após a relação afectiva com a minha mãe ter terminado. E isto é um pai, um companheiro, um amigo.

Fugiu sempre aos parâmetros normais, jamais me impôs regras rígidas, acho que só se aborreceu comigo uma vez e teve toda a razão para tal e tudo porque me pediu para ir ao supermercado comprar uma Sagres deveria ter eu uns 12 anos e embirrei que não ia. Coisas de miúda parva. Ficou sentido, não me merecia tamanha teimosia, pedi-lhe desculpa algum tempo depois e fizemos as pazes até hoje.

É das pessoas mais importantes da minha vida, um grande amigo, e se isto não é um pai, não sei o que será. É bem melhor do que alguma vez poderia ter desejado, com todos os seus defeitos e virtudes.

Feliz dia Zé, gosto muito, mas mesmo muito de si!

Sem comentários: