quarta-feira, 20 de março de 2019

A vida é mesmo demasiado curta

E no tal sopro tudo muda. E custa a aprender que enquanto vivemos minimamente bem, devemos aproveitar as oportunidades que temos e fazer-nos...à vida. Não perder oportunidade para estar com quem gostamos hoje, porque amanhã pode ser mesmo tarde demais, dizer o que nos vai na alma, abraçar, beijar, cantar, fazer parvoíces inocentes, passear, experimentar a sensação de liberdade com o vento a raspar-nos na face e rir, rir muito.

Sem comentários: