quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Personagens sem (bom) senso

Hoje, ao sair de casa, ia à minha frente uma criatura pequena, com os olhos e a boca parecidos com os meus, acho até que curiosamente partilhamos apelidos, mas trata-se apenas de uma casualidade, nada mais.

Pois que essa criatura fazia lembrar uma pequena bruxinha ou feiticeira, sei lá eu. Um chapéu pontiagudo enorme com uma tarantula no topo, uma abóbora na mão...tudo muito estranho. Resumindo, para mim, no seio da educação judaico-cristã que tive, a criatura era pagã, disso não tenho dúvidas.

O curioso é que do alto de todo o seu paganismo a pequena bruxinha diz o seguinte:

"Estamos quase no Natal!" - portanto esta gente é pagã para o que interessa, e cristã quando também lhes convém.

Que falta de consistência!

Sem comentários: