segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Já sentia uma certa falta de chegar à porta da escola da miúda e estar instalado o caos

Por momentos gelei. Não sabia que era suposto haver uma greve, não tinha almoço preparado caso tivesse que a deixar noutro sítio, tinha reuniões em Lisboa o que me impossibilitava ou causaria enormes transtornos caso tivesse que lhe levar o almoço. Obviamente que estas preocupações não deveriam assolar apenas o espírito da mãe, que já leva com tudo em cima e legalmente é "apenas" co-responsável pela criança, mas....é mesmo só legalmente, porque na prática, é o que se sabe.

Até acho que à Santa Rita de Cássia pedi baixinho para que a professora fosse das que fura greves, para eu ter menos um transtorno no dia de hoje...e as minhas preces foram ouvidas. A miúda foi das que teve aulas e eu dei graças à Santa!

Se todas as minhas preces fossem ouvidas...eu seria a mulher mais feliz do mundo, mas como temos que nos contentar com o que temos, olha, já não foi mau.

Sem comentários: