sábado, 31 de maio de 2014

Lá partiu mais uma alma

É triste de facto ver as pessoas a partir e com tanto sofrimento; o cancro é realmente uma doença terrível.

Esta pessoa que faleceu hoje, lutava há pouco menos de 2 anos com um cancro que começou na próstata, alastrou aos ossos, medula...enfim, até a mobilidade perdeu, primeiro dos membros inferiores e depois dos membros superiores.

Partiu com a noção de que estava a partir, disse à mulher "é o fim" e assim ficou, com um ar sereno e um leve sorriso no rosto.

Fez-me confusão como o conheci e vê-lo ali, hoje, dentro da urna - as feições eram as de outra pessoa, o que o sofrimento físico faz a um ser humano.

Triste também saber que a mesma pessoa que ali repousa hoje, perdeu há uma semana uma irmã, com....cancro!

Uma família dilacerada pela dor, e não é uma homenagem póstuma, mas era uma boa pessoa, sempre pronto a ajudar, que passou maus bocados na vida, e que tinha finalmente encontrado a estabilidade emocional.

Sem comentários: