terça-feira, 14 de janeiro de 2014

O miúdo, entenda-se, o Cristiano Ronaldo, aqui há uns anos atrás era muito irritante; dizerem a um miúdo de 20 anos que é o melhor, dá nisso; de facto é dos melhores e isso ninguém lhe tira.

Confesso que às vezes nos jogos da Selecção gostariamos de ver mais, mas quem não tem os seus dias, há que ser justo; se chegou onde chegou, é porque merece.

E ontem ver o orgulho espelhado no rosto da D. Dolores...emocionei-me; como portuguesa pelo facto de um compatriota ter um triunfo destes e como mãe, porque realmente o brilho dos nossos filhos é qualquer coisa que nos deixa assim.

Não faço ideia de como o será à dimensão de um Cristiano Ronaldo, mas já hoje, perante cada vitória da minha bebé, eu vibro.

Tanto que ela já percebeu, que quando faz uma gracinha, ou se apercebe que teve um sucesso diz assim:

 - Mãe, fica contente, ri mãe, ri :)

Sem comentários: