terça-feira, 22 de outubro de 2013

E o que ela gosta de soro fisiológico

Bem, também começou logo na maternidade a confraternizar com o soro; a miúda nas primeiras horas de vida só espirrava, lá pedi à enfermeira um bocadinho de soro, pus-lhe no nariz e parou - resultou.

A enfermeira dizia que era normal, mas cá para mim a miúda estava alérgica à vida extra-uterina.

Pois que quando vêm as gripes e constipações, é vê-la pôr a cabecita a jeito para mais uma bisnagada de soro, e quando lhe chega à boca, lambe-se toda com o sabor salgado daquilo.

Aí somos distintas; ainda hoje, tudo o que seja gotas no nariz, comigo não funciona, de todo. Para ela, é melhor do que lhe darem um doce.

Sem comentários: