domingo, 6 de outubro de 2013

Bem, foi um dia como todos os 6 de Outubro de há 15 anos a esta parte; o ramo de margaridas lá ficou no jazigo da minha avó, estivemos lá a reflectir, pensei nela, dei-lhe um beijo com a alma...neste dia, tinha mesmo que lá ir.

Sem comentários: