quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Coisas que me tiram do sério

Pago os meus impostos, cumpro com as minhas obrigações, não resido num município com condições de sonho. Há cerca de 1 ano atrás formalizei uma queixa a propósito de um muro que está em risco de decorrada e que podo eventualmente matar alguém. Responderam que não era uma questão de Município por se tratar de uma propriedade particular mas que iriam tomar as medidas necessárias junto do mesmo.

Já lá vai mais de um ano, sendo que as cintas da Protecção Civil que lá puseram duraram 3 dias.

O que deveria ter feito o edil municipal - à falta de resposta do proprietário, se é que lha pediram, dariam um prazo de pré-aviso e caso nada ocorresse deitariam o muro abaixo e imputar-lhe-iam os devidos custos e coimas associadas. Será assim tão dificil!?

Tenho um problema grave com uns vizinhos que são acumuladores de lixo o que para além de toda a insalubridade acarreta perigos, deixou um cheiro nauseabundo em todo o prédio. Contactei o Delegado de Saúde. Ah e tal, de facto é um perigo mas não podemos fazer nada, porque não nos permitiram a entrada na fracção. Vai daí escrevi à Junta de Freguesia, num mês não fizeram nada, reforcei a mensagem no mês seguinte, nada outra vez até que um vizinho meu se passou da cabeça e foi lá ameaçar com a Correio da Manhã TV e a TVI. Não que o problema tenha sido debelado mas, o que causava o mau cheiro pelo menos foi para a lixeira.

Mas há mais - andaram a repavimentar uma zona de lazer ao lado do meu prédio e deixaram 2 lugares de estacionamento em terra batida que, com as chuvas, virou areia movediça.

E estaria aqui um dia e meio com queixas.

Eis se não quando têm sido sucessivos os pedidos de ajuda para: pintar as salas de aula da escola da minha filha, comprar bens não perecíveis para ajudar as família carenciadas da zona e a última, que é o fim da picada, mandaram pelos miúdos rifas para venderem, por forma a angariar dinheiro para arranjar a escola por fora e a rede do campo de futebol. Claro que foi uma ideia da Associação de Pais à qual reconheço todo o mérito mas....para onde vai o dinheiro dos meus impostos??

Portanto, daqui a uns dias vou inspirar-me e escrever uma cartinha com a cópia dos meus impostos pagos atempadamente e questionar algumas coisas que tenho entaladas. Não me dêem esferográficas BIC na campanha eleitoral, mas façam alguma coisa e não façam pouco da boa vontade dos munícipes.

Sem comentários: