sexta-feira, 26 de outubro de 2012

É doente...mesmo!

Então o monstro austríaco que abduziu e manteve em cativeiro durante anos a própria filha, teve com ela uma série de filhos/netos e foi condenado a uma pena de prisão digna daquilo que ele é, decidiu divorciar-se da mulher e mãe da tal filha, porque a mesma não a visitou uma única vez na prisão.

1º - O homem estaria mesmo à espera de receber visitas, bolinho de chocolate e tabaco?
2º - Mas depois de tudo aquela mulher ainda estava casada com o monstro?

Sem comentários!

2 comentários:

Miú Segunda disse...

Sim, esse caso é de causar arrepios a qualquer pessoa! Mas, diga-se de passagem, a mulher dele também não devia regular da cabeça. Talvez estivesse aterrorizada mas... não perceber NUNCA que algo estava errado nas visitas constantes dele à tal cave?...
Enfim, casos estranhíssimos. Pergunto-me o que é feito dos filhos/netos e da pobre da filha usada e abusada tantos anos...

Brown Eyes disse...

Sim, concordo perfeitamente; aquela mulher não desconfiar do que se passaria na sua própria cave!? Também não terá sido a primeira a ser enganada pelo marido...é tudo muito estranho, nunca se saberá.

Os filhos/netos pelo que li já saíram da instituição em que estavam a ter acompanhamento especializado, foram reinseridos na sociedade em parte incerta e com novas identidades - não sei se corresponde à realidade, mas foi o que apurei.