sábado, 5 de maio de 2012

Juras para que vos quero

Já tinha prometido a mim mesma que ir às compras de supermercado com a Bébécas era algo a evitar, senão mesmo proibido.

Pois que hoje não me estavam a apetecer as soluções de recurso, também só precisava de coisas básicas portanto lá fomos nós; a primeira má ideia começou ao não a ter posto no carrinho dela; estar a tirá-lo da bagageira, abrir, colocar os cintos, não estive para isso, até porque só iria trazer meia dúzia de coisas.

Mal nos afastámos do parque do estacionamento começa ela de braços esticados: "Có.....có....", que é como quem diz "colo".

Lá lhe peguei, mas quando cheguei ao supermercado, a ter que escolher as coisas de cada vez que eu fazia o gesto de a pôr no chão, ela agarrava-se a mim tipo koala e nada de chão. As minhas costas já estavam a acusar que estávamos a chegar ao limite e ela, nada de querer chão; e depois pedia beijinhos e tal, para amolecer ainda mais o meu coração de mãe.

Lá fomos para a fila, lá nos cederam passagem e o que posso dizer é que cheguei a casa mais morta do que viva.

E penso assim, daqui a 3/4 anos, já ela não quer o meu colinho, portanto eu mesma é que tenho que aproveitar!

Sem comentários: