terça-feira, 9 de outubro de 2018

Chateadíssima com o meu diabrete

Tendo em conta que os dias úteis de escola na semana passada foram apenas 3, trouxe-me 2 bolas amarelas. Foi avisada para que não se voltasse a repetir, esteve de castigo sem ver televisão, sem mexer em tablet e afins durante 2 dias, tendo-se comprometido a não trazer mais bolas amarelas durante os próximos tempos.

Ontem de manhã, antes de sairmos de casa, houve crise porque, num rebate de irresponsabilidade extrema não sabia do fato de banho para a natação, quando eu tenho a certeza que lho tinha posto no sítio certo para ela colocar na bolsa da mochila.

Como eu já estava a sair de mim para fora, ainda à porta da escola lhe fiz um aviso com a finalidade de a recordar que não ia tolerar maus comportamentos nos próximos dias.

Então não é que quando a fui buscar ao final do dia, me vem, não com uma bola amarela, mas com uma bola laranja??

Se por um lado de facto cumpriu o que prometeu, ou seja, não trouxe bola amarela, por outro a tendência está a ser para piorar e posso dizer que berrei literalmente com ela no trajecto colégio-piscina, chorou compulsivamente e tudo isto para não ter que lhe dar umas valentes palmadas no rabo.

Prometeu, jurou, implorou - mas de facto tive que a fazer sentir que as promessas dela não valem de nada, porque não tem o dom da palavra. O responso está lido, não vê televisão até eu entender, tablet idem e se no decurso da semana trouxer bolas amarelas, laranjas e afins fica proibida de ir para as Guias.

Confesso que estou uma pilha de nervos, porque sei que ela no que toca a conversa nas aulas, não se domina e acredito também que infelizmente a professora também não seja muito eficaz em evitar este tipo de desvio, já que conheço bem quem tenho em casa, mas também sei que ela não é louca e não fala sozinha.

Enfim, veremos...

Sem comentários: