sexta-feira, 27 de abril de 2018

Livros e Analogias

Estamos a ler um livro a 4 mãos, ou 2, sei lá, depende do ponto de vista, eu pego no livro com ambas as mãos, pelo que será a 4 mãos.

Ainda vamos no prefácio, cada um lê a sua parte e faz a sua interpretação. Existem livros maiores que outros, e ainda só vamos no prefácio da obra, mas está a ser uma leitura tão interessante e intensa que, por um lado estamos a sorver cada letra, cada parágrafo, por outro temos curiosidade em virar a página seguinte e por diante.

O livro parece interessante, e atenção, não nos detivemos pelas capas, embora sejam aprazíveis.

Parece que nos vai acompanhar durante algum tempo esta leitura que mais parece uma valsa lenta, uma dança sem pressas em concluir a execução com mestria, mas antes o desvendar do que cada capítulo terá para nos surpreender.

Vamos avançando na leitura conforme esta Primavera louca assim o permitir e não tendo saído ainda do prefácio, o quanto já sinto que este é o "meu livro", ou antes, "o nosso livro".

Nada acontece por acaso, e de facto a escolha de bom um livro é algo que nos pode mudar a vida. Há livros que acabam por ficar por lá, a meio, no início, num final mal lido...outros são como uma caminhada.


Sem comentários: