quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Cultura, Cultura Geral ou Conhecimento?

A Cultura, a Cultura Geral ou o Conhecimento são temas extremamente abrangentes, sendo que os limites e as fronteiras entre si podem até ser muito ténues.

Isto é, diz-se que um indivíduo é culto quando de facto detém conhecimentos vastos e alargados sobre várias e distintas áreas, não se destacando apenas numa ou duas. Um indivíduo com alguma cultura geral consegue enquadra-se também em várias áreas, embora o caminho a percorrer até ser considerado de facto culto, seja ainda longo. Um indivíduo com algum conhecimento enfim, sabe umas coisas, consegue manter umas conversas interessantes, por vezes superficiais, mas acaba por conhecer de uma forma relativamente simples os temas mais recorrentes das conversas quotidianas.

Posso dizer que sou uma espectadora, tão assídua quanto me é possível, de concursos televisivos que impliquem que os concorrentes detenham uma das três características que enumerei acima, concursos esses normalmente difundidos pelo nosso Serviço Público de Televisão.

Ora de facto todos sabemos que o mais importante é o entretenimento, no fundo para as estações de televisão quanto melhor entretiverem os espectadores, mais audiências têm, e mais sucesso e por aí fora. Mas...será que é adequado dizer num slogan de promoção a um desses concursos que se vai medir a cultura geral dos concorrentes?

Seremos dotados de muita cultura geral se por acaso até soubermos que a Marylin Monroe morreu com um telefone na mão? Ou que a Princesa Stéphanie do Mónaco terá casado 50 vezes? Isto é cultura, conhecimento ou fofoca?

E terá um Físico ou um Matemático de sucesso que se sentir embaraçado por não saber que Émile Durkheim é considerado o Pai da Sociologia?

Há de facto situações que denotam uma certa ignorância por parte de quem é posto à prova; mas também temos que admitir que nem sempre se consegue compreender muito bem qual o objectivo dos concursos em questão, o que pretendem encontrar e o que pretendem provar.

Resta-nos continuar como meros espectadores, ou quiçá como futuros concorrentes...mas será que vamos sair de lá a saber se de facto temos uma parca cultura, alguma cultura geral ou muitos conhecimentos?

2 comentários:

Pipas disse...

Minha cara amiga a minha opinião sobre esse tipo de concursos é que são uma treta, tal como eles dizem, testam o conhecimento ou a cultura das pessoas, mas isso é relativo, tal como disseste, um grande físico ou matemático, provavelmente não sabe analisar uma obra literária e um filólogo não saberá resolver equações de "meio metro" ou fórmulas, mas não deixam de ser grandes cientistas, por isso por tudo no "mesmo saco" não é boa política, mas a política das tv's e desses concursos é essa mesma ser sensacionalista e vender, eu coloco esses concursos ditos de "cultura e conhecimento" ao nível dos big brothers e afins, mas pior que isto tudo só mesmo "O maior português de sempre", sem comentários...
Beijo
Pipas

Anónimo disse...

Esses concursos não podem ser considerados de modo nenhum exemplo de cultura geral ou conhecimento, pois a sua finalidade é essencialmente de entretenimento. Tantas gaffes que já detectei neles!...
Uma pessoa verdadeiramente culta é modesta e sabe falar de tudo um pouco. Ou seja, não se limita a ser um receptáculo de informação, antes pelo contrário, processa-a de acordo com os temas; sabe relacioná-la criticamente.
Mas, infelizmente, é uma qualidade que não é acessível a toda a gente, pois hoje em dia constata-se por aí muita soberba intelectual...