sexta-feira, 10 de agosto de 2018

O dia mais feliz para uma pessoa de quem gosto muito

Digamos que esta amizade começou mais como um "ódio" de estimação de parte a parte. Conhecemo-nos por questões profissionais e confesso que se passaram anos em que as coisas entre nós não funcionavam. O nosso Santo não encaixava.

Até que também não sei explicar como nos redescobrimos e achámos em nós tantas afinidades que nos tornámos amigos, confidentes e por aí. A distância geográfica não nos permite grandes aventuras, ele no Porto, eu em Lisboa, mas nutrimos um grande carinho mútuo.

É uma pessoa que já passou por algumas dores na vida, a quem a vida já pode ter sorrido, mas que também já o fez ficar quase sem chão. Filho de um pai ausente, uma relação de grande afecto com a mãe que faleceu precocemente, mas mesmo assim trata-se de uma pessoa tão sensível. Acho que foi dos poucos homens na vida que, tendo apenas comigo uma relação de amizade, me surpreendeu com um arranjo de rosas lindo há uns anos atrás pelo meu aniversário com um cartão que ainda hoje guardo com palavras que naquele momento me fizeram acreditar em mim, coisa que na altura era raro.

Sou uma desnaturada, já fui pelo menos 3 vezes ao Porto nos últimos tempos e não o visitei, mas agora faz todo o sentido.

Foi pai hoje pela primeira vez. Está feliz, como qualquer pai estará perante tamanho milagre, o da vida. Sei que ele vai ser um paizão, um exemplo para o seu pequeno tesouro e sei também que muitas das mágoas que guarda do seu passado se vão dissipar com este amor que hoje se materializou num ser humano pequenino e frágil.

Quando fui mãe lembro-me dele me dizer que tinha a certeza de que eu iria ser a melhor mãe do mundo e que me respeitava a 1000% pela força em embarcar na aventura de criar uma filha sozinha, pois também ele era filho de uma mãe órfã de apoio e afecto.
Não tinha tanta certeza disso, e hoje acho que faço o meu melhor, mas que poderia fazer muito mais.

Já o meu querido amigo "Toneca" sim, vai ser o melhor pai do Universo e arredores; ele sabe o que é ser órfão desse tipo de afecto, ele sabe a falta que faz um pai, ele sabe lidar com os miúdos, ele é uma boa alma. E eu estou mesmo muito feliz, por ele, pela família que ele formou e por esta alegria que o dia de hoje lhe trouxe às primeiras horas da manhã.

Que este bebé com nome de rei seja muito feliz, tenha muita saúde e dê muitas alegrias aos pais...ao meu amigo Toneca.

Sem comentários: