segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

O mistério das mini-Hunter desaparecidas

A Bébécas continua a ter os seus momentos de mal de calmaria contrastando com os momentos de mar revolto em dia de tempestade.

É um doce, um pote de mel, mas também um diabrete à sua mais alta escala.

Agora ganhou o hábito de tirar as galochas quando vamos no carro e atirá-las para o chão. É preciso ter paciência para chegar ao destino, apanhar chuva e calçá-la e ela a dizer que quer ir descalça, e eu a perguntar-lhe se por acaso está a ver alguém sem sapatos na rua.

Portanto a brincadeira enjeitada começou na 6ª feira (1 vez), repetiu-se no sábado (1 vez) e hoje; como a minha paciência esgotou, não voltamos a falar sobre o assunto, mas as mini-Hunter evaporaram.

Durante uns dias  "fizeram as malinhas" e foram fazer as delícias de quem as trate bem. Pode ser que funcione.

PS: lembro-de de não ter mais do que 3 anos, e também andava numa fase algo rebelde e então os meus brinquedos "foram para o lixo". Ao que sei estiveram ausentes meia dúzia de dias, mas ainda hoje me parece que foram anos.
Curiosamente o Sr. do lixo um dia encontrou-os e foi devolvê-los e andei uns tempos na linha sem fazer tropelias.
Vamos ver se com a Bébécas resulta.

Sem comentários: