quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Eu até entendo que seja notícia que o princípe que tem nome de escritor clássico inglês vá ser pai e garantir a sucessão ao trono de Inglaterra, se as convenções sociais o permitirem; acho que estas monarquias já se estão a tornar enfadonhas, e o fausto dos que se têm como de "sangue azul" é um exagero...mas tudo bem, o jovem é um querido, com a Kate já não simpatizo tanto, mas isso é igual ao litro.

Que tenham muita sorte e que ele a trate melhor do que o pai tratou a mãe; provavelmente se a tivesse tratado bem, o mundo ainda teria aquela "princesa" admirável.

Agora ser notícia que o jovem vai visitar a sua consorte ao hospital...for Christ sake! Então mas não é a obrigação de qualquer homem que vai ser pai, acompanhar e dar apoio à mãe do seu filho!?


...na verdade se calhar com o avançar da chafurdice e da quebra de valores é cada vez mais raro, e por isso se torna notícia.

Eu que o diga....

Sem comentários: