quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Acerca dos que não esquecemos

É impossível esquecê-la, e está sempre muito presente em mim, mas hoje mais do que nunca, foi inevitável lembrar-me dela quase em permanência.

A minha Madrinha partiu há um ano e continua a custar a acreditar...

Sem comentários: