quinta-feira, 19 de junho de 2014

O cabelão da minha pequena

É bonito de facto, mas dá imenso trabalho mantê-lo saudável e penteado. Muito seco, emaranha-se sobre si próprio mesmo entre penteadelas. Acabo de escovar uma parcela de cabelo e ele de seguida já está a colar um ao outro, é terrível.

Para além disso tem um poder de atracção de cotão fora de série; não estranho, porque o meu cabelo é igual, mas, como a experiência e os erros alheios nos fazem aprender, não lho corto - foi o erro que a minha mãe fez comigo e depois quando cresceu veio na parte de cima carapinha e na parte de baixo parecido com o da minha filha.

Portanto este é cortado muito de quando em vez por quem sabe, o equivalente à grossura de um dedo dos meus, para não começar a crescer em volume e não em comprimento, que é o maior problema deste tipo de cabelo.

Também não é muito bom tê-lo apanhado, porque dado o facto de ser muito seco, tem tendência a partir, mas confesso que nesta altura do ano, com o calor por vezes é difícil escolher a melhor opção.

Hoje lá a convenci a deixar-me fazer-lhe uma trança e ficou linda linda linda!


Sem comentários: