Avançar para o conteúdo principal

Então e não é que foi a própria Bébécas a pedir-me para ir para o Ballet!?

Pois é, fiquei parva, ontem começou a querer fazer um plié, e a colocar as mãozitas em arco por cima da cabeça e a dançar que nem uma mariposa.

Lá está, ponho-me a ver bailado na televisão e depois é o que dá - vamos lá à procura de academias de dança, juntar uns tostões para ver se consigo pôr a criança a aprender esta arte.

Não lhe prometi nada, lá lhe expliquei que o dinheiro da mamã não chega para tudo, e cá para nós, com a pensão de alimentos vergonhosa que o outro lhe dá e vamos ver por mais quanto tempo, isto está a ficar bonito.

Lá está, os sinais exteriores são de posses, vai procriando e por aí fora, sustentar a primeira filha é que já é mais complicado; é vergonhoso, mas infelizmente é mais um caso entre milhares.

Comentários

Ainda andei no ballet durante 9 anos. Mas é um "passatempo" que fica um pouco caro, infelizmente.

http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

Mensagens populares deste blogue

"Quem me Leva os Meus Fantasmas"

Tive oportunidade de ver há dias uma entrevista com o Pedro Abrunhosa (músico de que gosto bastante pela sua atitude e mensagens que passa) em que ele dizia que as suas músicas/letras são o reflexo das suas catarses, de situações que o perturbam, ou que lhe agradam e que ele tem que extrapolar para o exterior. Achei engraçada a analogia, pois com o sentido de humor que lhe é característico refere que é uma maneira de não perder tempo e dinheiro a ir ao Psiquiatra, entretém as pessoas e ainda lhe pagam para isso. O filósodo Lou Marinoff, brilhante também, como forma de evitarmos a cadeira do analista propõe-nos "Mais Platão, Menos Prozac". Concordo com ambos. E aqui deixo uma letra fabulosa de Pedro Abrunhosa, que transmite muitas das certezas e incertezas da minha existência, e foi também a seu tempo a banda sonora de eleição de uma anterior relação por mim vivida. Quem Me Leva os Meus Fantasmas "Aquele era o tempo Em que as mãos se fechavam E nas noites brilhantes