sábado, 30 de julho de 2016

Não à devolução de livros!

Não à devolução de livros!: No próximo ano letivo, o Ministério da Educação vai distribuir gratuitamente os manuais escolares a todos os estudantes do 1.º ano do 1.º Ciclo do ensino Básico. Excelente notícia. Todavia, também vai obrigar a devolvê-los. E em bom estado. Eis uma exigência completamente desastrosa.



Sinceramente se é com esta premissa que dão os livros no 1º Ano, vejo-me a comprar os manuais da minha filha. Não é expectável que se consiga após 9 meses de escola, que uma criança de 6 anos devolva os livros imaculados, por muito que os pais os forrem e controlem...tenham dó!

1 comentário:

Anouk disse...

Olha que grande ideia. Lady Bebécas Tinkerbell, daqui a muuuuitos anos, a contar anos netos: "No meu teeeempo, o mesmo livro e o mesmo caderno tinha de dar para todos os nove anos seguintes; no fim do ano apagavamos tudo, coitado do mais novo, hoje não consegue olhar para o branco de uma folha sem óculos de sol". Já agora, sugiro às escolas: uma sardinha para 7 crianças, a cabeça vai para a Professora. Très vintage, Brown Eyes.

Se é para isto, que se use livros escolares digitais, estilo Kindle (mas com ecrã maior). Escrita no caderno, à mão; livros normais na biblioteca da sala, mas livros escolares digitais. Fáceis de actualizar, não carregam a mochila, são ecológicos. É a minha melhor opção.