segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Dúvidas existenciais

A minha filha ultimamente anda afrontada; anda com dúvidas face não só à sua existência, como à existência dos restantes seres à sua volta.

Primeiro questiona quem nasceu primeiro; depois, se lhe digo que fui eu, chora e insiste que foi ela. Depois vamos consultar os álbuns fotográficos e vê fotografias minhas grávida - ora, pergunto-lhe eu, se ela estava dentro da minha barriga, como é que pode ter nascido antes de mim!?

Quer dizer, poder até podia, mas para falarmos sobre isso teríamos que abordar os pressupostos da Filosofia Espírita e seria demais para aquela cabeça pequena.

Depois pergunta se eu e a minha irmã estivemos na barriga da minha mãe, e em que barriga é que a minha mãe esteve; mas o fim da picada foi mesmo perguntar quem esteve na barriga do meu pai!

Lá lhe expliquei que os bebés, sejam meninos ou meninas só estão na barriga das mamãs, porque a barriga das mamãs é que cresce.

A seguir:

"E como é que o dôtôle me tilou da tua barriga mamã?"

Lá lhe expliquei que demorou um bocadinho, porque ela estava a dormir sossegadinha; mas a pergunta não era essa, a pergunta era mesmo como é que tinha saído e por onde! Olha, a culpa é toda do umbigo. Mas um dia a mamã explica melhor, está bem!?

Não sei por mais quantos dias é que consegui adiar para uma explicação mais plausível. Ela anda a rondar-me, é só o que eu digo!

1 comentário:

Xica Maria disse...

Eu lembro-me de perguntar:

Oh paaaaaai, o que é uma virgeeeeeeeem???

:D