sábado, 28 de setembro de 2013

Ando a baralhar a miúda

Em casa, embora não fale com ela em inglês, vou reforçando o vocabulário que dá nas aulas e o que eu considero mais simples e aplicável ao dia-a-dia.

Não corre mal, muito pelo contrário, mas por vezes acabo por baralhar a criança.

Quando lhe falo no balde, ou porque estou a lavar o chão ou algo assim, digo que é o bucket, e ela interiorizou a palavra. Na última aula, blá blá blá, fala-se no pail of water, e a criança muito insurgida que é bucket e não pail. My fault, lá insistimos que a mamã não percebe nada disto.

O mesmo já tinha acontecido há algumas semanas atrás com cushion e pillow. É inglês na mesma, as palavras querem dizer sensivelmente o mesmo, mas o British que ela está a aprender não é rigorosamente o meu, e sem querer induzo-a em erro.

Mas não sou única; com os outros papás e mamãs parece que se passa o mesmo; têm que fazer um curso para nós quando estamos com eles não lhes baralharmos ainda mais as pequeninas cabeças.

Sem comentários: