quarta-feira, 1 de junho de 2011

Roupa ou loiça!?

É inevitável não me lembrar dos meus tempos de estudante e por vezes com alguma saudade.

Mas hoje por acaso, quando estava a realizar uma tarefa banal do dia-a-dia (pôr a loiça na máquina e carregar no botão para lavar) veio-me à memória uma aula de 4º ano da cadeira de Sociologia da Família dada pela brilhante Professora Karin Wall.

Falava ela das teorias do Jean-Claude Kaufmann (que esteve recentemente no nosso país para uma palestra à qual infelizmente não pude assistir) e da forma como ele atribuiu à invenção da máquina de lavar roupa um dos mais importantes aspectos a reter para a melhoria das relações familiares, sobretudo no seu núcleo central.
Permitiu mais tempo para se estar em família e os indivíduos começaram a fomentar mais o conceito de "estar em família", sendo que o tempo passado pelas mulheres a tratar das lides domésticas, diminuiu.

Pois bem, a máquina de lavar roupa foi de facto uma grande invenção, mas eu não conseguia passar também sem a minha "lavadeira" de loiça profissional. Bem haja a quem teve estas ideias, estou-lhe(s) eternamente grata.

Sem comentários: