sexta-feira, 3 de junho de 2011

Douglas Constellation e Paulo Portas


Para quem ainda não sabe, aqui me confesso - nunca fui de paixões platónicas, considero-as uma perda de tempo...mas nos tempos áureos da minha adolescência tive uma paixão avassaladora por ele, o próprio Paulo Portas.

Eu achava o homem um ser extraaordinário, inteligente, com dotes de escrita fenomenais, absorvia cada linha das crónicas do Independente e achava que sim, um dia iria, pasmem-se, casar com ele.

Coisas de teenager parva, ahahahah.

A paixonite agudíssima passou-me, o senhor hoje em dia até me enerva, mas continuo a achar que ele nalgumas coisas tem uma grande pinta.
Um gosto para se vestir irrepreensível, até a nova moda do boné e da boina lhe ficam bem, extremamente educado e não sendo particularmente bonito, conserva poses de perfeito galã - e não interessa as preferências sexuais do dito, é galã na mesma, que eu nisso começo a ser um pouco mais liberal.

Mas o que me fez escrever este post, foi tê-lo ouvido hoje de manhã na RFM a falar de muita coisa, com aquele jeito dele muito british, e às tantas ele confessa que o tampo da secretária de sua casa é nada mais nada menos do que uma asa de um Douglas Constellation - quem é que se lembraria de uma coisa destas!

Aqui me confesso - este senhor tem ideias geniais, nalgumas coisas continuo a achá-lo o máximo!

3 comentários:

eu disse...

Que ideia original! E onde é que se arranja uma asa de avião? Não há de ser fácil.
A bebécas está recuperada por completo? Espero que sim.

Brown Eyes disse...

Então é assim; o Paulo Portas estava um dia a ler o jornal e vinha lá um anúncio em que estavam a leiloar peças de DC's; caso contrário iriam para a sucata. Ele propôs-se, licitou e ficou com uma asa e teve a brilhante ideia de a utilizar para tampo da secretária.
Quanto à Bébécas, digamos que está a 95%, o que é óptimo.

Bjs

A Menina dos Louboutin disse...

Ele tem imensa pinta, não haja dúvida! e é extremamente educado o que é de louvar.

Bj