terça-feira, 18 de novembro de 2014

Coisas de miúdos, mas que eu não acho normal

Anda há que tempos a pedir um tablet, com características muito específicas. Tem 4 anos feitos há 4 meses, logo, não me parece uma prioridade para a existência dela.

No curso de Inglês tem o da escola e porque o curso tem uma vertente interactiva, mas não sou propriamente de que as crianças desta idade disponham de gadgets como se de adultos se tratassem.

Aqui há umas semanas atrás fomos a uma festa de anos, e estavam lá 2 pequenos rapazes, um deles da idade dela, cada um com o seu Ipad, daqueles com a maçãzinha atrás e tudo.

Hoje chego ao colégio e ela de birra porque uma amiguinha levou o tablet, e os meninos têm e ela não. Mas...que raio se passa com as criancinhas que têm acesso a tudo e mais alguma coisa e depois não sabem valorizar nada!?

Lá ando com lições de cultura, poupança, prioridades...parece-me estar em vias de ficar relativamente convencida, mas apenas até à próxima investida do sistema em que vivemos.

1 comentário:

Marta disse...

Aii o que eu concordo contigo!!!!
Será que estou a ficar velhaa???
Mas não, não acho normal putos que mal aprenderam as letras com telemóvel, tablet e afins.....
É verdade que o tablet pode ter atividades lúdicas; e pode ser útil esporadicamente para passar o tempo numa viagem, por exemplo.
Mas e há 20 anos atrás como era??? Brincávamos às escolas, aos pais, na rua, na terra .... e éramos felizes por isso.
A Sociedade tem o poder de influenciar de tal forma as mentes, e não é para melhor. É apenas a minha opinião.