sexta-feira, 7 de novembro de 2014

As crianças têm uma presença de espírito e uma percepção das coisas assombrosa.

Perante uma pequena tropelia da minha filha, disse-lhe que estava triste com ela.
Olhou para mim fixamente e disse:

"Tu não estás tiche comigo mamã, polque os teus óios não estão tiches!"

...é uma verdadeira expert em desvendar o olhar da mãe, porque naquele dia em que nos vimos pela primeira vez, acabada de nascer, ainda com a visão turva, sentiu uma mãe exausta de tanta dor psicológica, tanta dor na alma, e tão feliz por finalmente a ter nos braços. Ela sabe identificar perfeitamente o meu olhar. É fantástica a minha menina.

Sem comentários: