segunda-feira, 25 de novembro de 2019

Épico

Hoje, ao dobrar da esquina para a escola da minha filha vislumbro novamente a multidão, o infortunio, o martírio. Depois de 2 semanas seguidas de greve, associei a que estivessem porventura a distribuir alguma coisa...a raspadinha por exemplo.

Confesso que ainda conservo em mim uma certa dose de boa fé...mas era ela; aproximando-me do portão lá estava o cartaz magnífico com pré-aviso de greve para os dias 25/11, 26/11, 27/11 e 28/11 sendo que para dia 29/11 já está agendada uma greve nacional do pessoal auxiliar.

A miúda lá teve aulas, mas claro, tem que se esperar que o professor titular entre e só depois entra a malta jovem e eu creio ter descoberto a pólvora seca:

Se calhar, pelo andar da carruagem é melhor começarem a avisar quando não há greve, pois a greve já se começa a transformar em regra. Está tão banal, tão banal, tão banal, que acho que se fizerem um protesto ao contrário, são capazes de conseguir chegar mais longe!

2 comentários:

Em Cabinda disse...

🤭...bem sei que não tem graça nenhuma mas...😅

Brown Eyes disse...

Ri-te, ri-te!