terça-feira, 25 de abril de 2017

IRS - 26 Dias - Nem mais, nem menos

Chegada a altura do ano em que fazemos o acerto de contas com a AT, aguardo sempre com bastante expectativa receber o que me é devido.

Sobretudo aborrece-me o facto de eventualmente ter que adiantar o IMI às finanças, quando têm lá muito mais do que isso que é meu, e que também deve ser devolvido com a máxima urgência, em primeiro lugar porque me pertence, e em segundo lugar mas também com o mesmo grau de importância porque me faz falta e sendo meu, do meu lado é que ele deve estar.

Pois que na verdade já longe vão os tempos em que recebíamos os reembolsos em Junho/Julho e era assim e não se podia fazer nada. Mas dado o facto que desde os tempos da governação Sócrates isto ter melhorado, tornamo-nos mais exigentes. No ano passado atrasou um bocadinho, mas na verdade no meu caso nada de preocupante, mas este ano regressámos aos mínimos históricos. Uma declaração submetida a 30/03 e reembolso na conta hoje, 26 dias depois.

Ao que sei, para os que têm submetido o IRS automático, ainda mais rápido está a ser, cerca de 15 dias. Não pode ser tudo mau, não pode correr tudo mal.

Sem comentários: