quarta-feira, 29 de março de 2017

Vá-se lá conseguir tirar conclusões acerca da criançada

Ontem quando a fui buscar disse-me a educadora do ATL que lhe tinham dito na escola, à hora da saída que a pequena se estava a queixar com tonturas.

No ATL repararam que ela estava de facto bastante mais sossegada do que é hábito; febre não tinha, não caiu, bem, lá lhe disse que em casa ia descansar um bocadinho.

Chegada a casa começou a loucura de me chatear a mim, chatear o pobre do gato, pôr-se a cantar, bailar e saltar - perguntei-lhe pelas tonturas, disse que se mantinham, mas numa risada desmedida.

Penso: só pode estar a gozar comigo.

Hoje levantou-se super bem disposta, com o triplo da minha energia e genica; de repente lembra-se de dizer que estava com tonturas, mas isto no meio de um tremendo ataque de riso. Lá lhe expliquei que não se brinca com coisas sérias, pois assim não consigo perceber se está doente ou não.

Foi para a escola a correr e cheia de vitalidade; bom, pode ser que não seja de facto nada.

Sem comentários: