segunda-feira, 11 de junho de 2012

e ao fim de um longo dia

Reina em mim a incredulidade perante a partida do meu primo preferido, perante o inesperado...enfim.

Afinal e logicamente por ser domingo a autópsia será amanhã e apenas amanhã teremos os resultados preliminares, mas embora tenha estado envolvido num acidente de automóvel, sozinho, sem mais nenhuma vítima, e contrariamente ao que é comum, a morte terá sido a causa do acidente e não o contrário.

Provavelmente uma falha cardíaca, um aneurisma...não sabemos, apenas suspeitamos. Foi brutal apenas e ainda vai durar uns dias até tudo terminar.

É o que dá a família ser grande, termos gente a viver fora e querermos estar próximos neste momento.

Vai fazer falta a boa onda do meu primo.

Sem comentários: