quinta-feira, 5 de maio de 2016

Não é segredo para ninguém que o processo de IRS deste ano foi um caos

Pequenas alterações ao preenchimento que, com uma simples falta de atenção podiam prejudicar em dezenas de euros os contribuintes e afins.

O que sei é que de há uns bons anos a esta parte sempre recebi o meu reembolso em finais de Abril, sempre antes de terminar o prazo para pagar o IMI.

Nunca me tinha acontecido em vários anos ter a declaração em estado "Certa" sem alterações durante praticamente 1 mês - e ia ouvindo cenas de liquidações duplicadas, anulações, reembolsos inferioress em centenas de euros ao valor que tinha sido calculado na simulação, etc.

Confesso que a única coisa que mais me preocupou foi ao preencher a declaração não visualizar as despesas para deduções à colecta do anexo H.

Ok, tinha conferido as minhas e as da minha filha no E-Factura, mas não visualizar no formulário os valores causou-me algum desconforto e acabei por optar por deixar ir a declaração confiando que iria ser sincronizado com os dados da AT.

O facto da simulação ter dado um valor um pouco superior ao que recebi no ano passado, tranquilizou-me um pouco, mas...nunca fiando.

Cena dos reembolsos em 25 dias - com tanto atraso já tinha tirado da ideia que fosse acontecer e realmente em anos anteriores eu recebi em 20/25 dias civis. Contudo, concluo que este ano não posso reclamar, porque hoje, dia 05/05 lá estava o reembolso na minha conta, exactamente 25 dias úteis após ter submetido a declaração!

Ufa, habemus o que é nosso!

Sem comentários: