sexta-feira, 11 de março de 2016

A recta final dos 5 anos

Confesso que não está a ser fácil.

A miúda é um encanto, é a minha razão de viver, mas presenteia-me com momentos de puro desespero.

Anda demasiado obstinada e a tender para o desobediente; e infelizmente só pára quando lhe abro os olhos por um par de vezes e lhe mando 2 gritos. Os piores momentos surgem de manhã, quando preciso urgentemente de sair de casa para trabalhar e ao fim do dia, à hora de deitar.

Anda teimosa, uma sede imensa em levar tudo e mais alguma coisa para o colégio, depois estragam-lhe os brinquedos, chora, faz birra, o cabo dos trabalhos.

Hoje portou-se mal na carrinha a caminho da natação, ao que sei ficou de castigo por alguns momentos - e depois de tudo isto transforma-se na criatura mais dócil de que há memória.

Mas deixa-me esgotada. Ao fim de uma semana intensa, deixa-me esgotada.

Sem comentários: