sábado, 6 de fevereiro de 2016

Uma pessoa não é cega...mesmo depois do devaneio ocular que tive no Verão passado!

Então pois que ontem tive o gosto de conhecer um indivíduo, digamos que...extremamente bem parecido.

Já há uns tempos que não via uma coisa assim, tão perfeita. Mas...tinha uma reluzente aliança no anelar da mão esquerda. Ora bolas, era bom demais para ser verdade. Ahahahahah. Haja situações destas para descomprimir.

1 comentário:

Anónimo disse...

Sabes aqueles colares com luzes a piscar que senhores indianos costumam vender na rua? As alianças deviam ser assim. Estilo luz de ambulância. Quem sabe até com uma pequena sirene. Um sistema anti-incêndio e uma resma de folhetos informativos. Era da maneira que se olhava, pensava-se "que ridículo..." e nem se via mais nada.