sábado, 20 de fevereiro de 2016

Como eu não estou nada doente

Mas mesmo nada, não me faltava também a criança acordar no fosso das 3 da madrugada, aos gritos, porque lhe doía o ouvido direito.

Bem, chorava ela de dor e eu de desespero - há momentos em que a carga é pesada, e realmente estar doente em simultâneo com ela é complicado.

Sem comentários: