sexta-feira, 12 de setembro de 2014

O dia-a-dia

É um corre-corre; tanta coisa para fazer e o tempo não estica; já não sou tão picuinhas como era antes, se n
ao dá, olha, paciência.

Vai havendo sempre imesa roupa para passar, limpa-se o pó numa assoalhada mas a outra também precisa, os vidros, enfim...tenho que arranjar uma D. Celeste para me dar uma ajuda, mas confesso que já não me stresso muito se não consigo ter tudo a brilhar...temos pena.

Por vezes, depois de ouvir a minha Bébécas numa correria um dia inteiro, a falar até mais não, a desarrumar tudo e a transformar a casa de banho numa piscina, dá-me vontade de me fechar numa cápsula inócua e ficar ali uns momentos a sossegar...mas quando estou sem ela, quando se vai deitar, invade-me uma saudade que tenho que a ir ver, cheirá-la, admirar a beleza dela.

A minha vida já não era a mesma sem este piolho; aliás, já não me lembro de como era a minha vida sem este pigmeu!

Sem comentários: